Avançar para o conteúdo principal

Apontamentos enquanto trato da melena

Primeiro post via IPad.... 
Não é meu, podem parar de me insultar como cabra consumista. Não tenho culpa que no meu cabeleireiro haja iPad para ocupar o tempo das clientes mais afoitas!!!!


—---------------------------------


Notas soltas relevantes, a meu modesto ver:


1) Nunca digam que a Massimo Dutti não pode salvar uma Mulher...
Se não fosse um casaco, comprado nos saldos especiais, a 50% de desconto, e a real queda que dei no chão derrapante, ter-me-ia levado a partir vários ossos. Assim, ficou só a humilhação. Gigantesca. No Colombo.


2) Ver a comissão de honra da campanha presidencial do Sr. Silva dá vontade de rir. Isto se não fora o triste que é ver o quão mal formadas são as pessoas e a lata que têm em mostrar, com grande sobranceria, essa falta de carácter. O caso do Alberto João Jardim é só um fait diver porque dali nada de criminoso é uma surpresa. Mas há umas putativas sumidades, mais putas que outra coisa, que deviam ter mais vergonha na cara.


3) Como raio se explica que uma cadeia de roupa escandinava bem sucedida, em Portugal consegue funcionar mal? 
Ser em Portugal, certo? 
É que não ter embrulhos para presentes de natal uma semana antes do Natal não lembra ao Diabo!!!! "Esgotaram", diz a menina tatuada e cheia de piercings... Pode repetir? Que vergonha, ó H&M ... Por favor!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats