Avançar para o conteúdo principal

Oferecem-se alvíssaras

Dou uma caixa de Ferrero Rocher a quem estivesse crente que os amores Baía-Bétinha Cabeleireira não iam terminar assim.

Mal.

Com a Bétinha de mão na anca, a decretar usocapião, a usar as revistas para enxovalhar e a escudar-se no "golden parachute": o filho.

Tão óbvio que só faltava ser uma história em 3D.

Quem se deita com pistoleiras, está à espera de acordar com cristãs renascidas? Pois sim, Vitinho. Pra' próxima tenta que o baixo ventre não dite as jogadas.

Pedir demais, certo?! Bazinga!

Comentários

lucia disse…
Ah poi é!! Tenho pena, uma caixa de Ferrero Rocher vai sempre bem!
Bom feriado!

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats