Avançar para o conteúdo principal

O regressso das Vacas Loucas!!!

14 de Maio: Após enlace com André Marques

Casamento: Clara de Sousa sem lua-de-mel

Um dia depois de ter casado em segredo com o editor de Imagem da SIC, André Marques, Clara de Sousa já estava a trabalhar. Os compromissos profissionais impedem a jornalista de ter direito à tradicional lua--de-mel, como confirma uma fonte da SIC. "A Clara casou no domingo e na segunda já estava a apresentar o telejornal. Só nesse dia é que contou a algumas pessoas que se tinha casado."

Clara de Sousa preparou o enlace com André – com quem namorava há apenas um mês – no maior dos secretismos e, para que não houvesse fugas de informação, nem sequer avisou os Recursos Humanos do casamento. "Só os amigos mais chegados é que sabiam do casamento, um grupo muito restrito. Na SIC, a Clara só comunicou a notícia no dia seguinte", revela a mesma fonte.

Apesar de o casamento ter sido uma surpresa, sobretudo por o casal estar junto há pouco mais de um mês, a verdade é que colegas de Clara de Sousa elogiam o seu estado de alma. "Porque é que ela não haveria de casar ao final de pouco tempo de namoro? A Clara esteve muitos anos casada e depois não deu certo. Os 40 anos já lhe dão sabedoria para avaliar os sentimentos", diz a mesma fonte.

Contactados pelo CM, nenhum dos amigos da jornalista quis comentar o enlace. "Não falo sobre a vida dos meus amigos", foi a resposta comum.

Comentários

Lina disse…
Olá Mónica,
recebi um mail de uma certa e determinada pessoa que conhecemos a dizer que tinha de passar por aqui que ia gostar. E gosto. Muito fixe! E não te metas com a Clarinha, com a Alexandra e com a TVI, que eu preciso de ganhar a vida.

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats