Avançar para o conteúdo principal

Silly qualquer coisa

O sol na moleirinha, de facto, faz mal à cabecinha das gentes!

Ontem, algures nas noticias, ouvi que a Praia da Rocha, conquistou o segundo lugar na lista das "10 praias (europeias) de tirar o fôlego", elaborada a partir da votação dos leitores do portal de viagens TripAdvisor. Na lista de praias internacionais, a praia algarvia conquistou o 5º lugar.

Perdão? A Praia da Rocha?! Não que esteja a dizer que seja má mas ... 2º lugar na Europa? 5º a nível internacional? A Praia da Rocha? Temos praias tão bonitas, calmas, limpas, espaçosas, tão mais... Ultrapassa-me tanto.

Também fiquei a saber, ao ler uma revista (de facto, isto de uma pessoa querer ser culta só dá chatices) que a Rhianna foi considerada pela Forbes como a "celebridade mais influente nas redes sociais"... Porquê? Era a única?

WTF?!? Não vou tecer comentários sobre a qualidade musical da senhora porque não conheço o trabalho dela o suficiente para opinar, e não me interessa e a bem da verdade não é o que conta nesta avaliação. Mas ela parece uma versão petit-negra-sem borbulhas-sem família Aveiro do Cristiano Ronaldo. Vulgar, sem sofisticação e mesmo com os modelitos mais caros fica sempre com ar "trashy". É só dinheiro, mais dinheiro, e zero de elegância. Mas, dommage, mais vale cair em graça do que ser engraçado.

E as más noticias sucedem-se... João Pedro Pais prepara novo CD. Medoooooo

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats