Avançar para o conteúdo principal

Me & TV

Já fui uma viciada em TV. Admito, confesso sem pudores. Algures, ao longo do tempo, até telenovelas vi (vou ali fustigar-me, venho já!).


Felizmente uma pessoa evolui (algumas) e o meu nível de trashy televisivo fica-se hoje pelo esporádico Keepin' Up w/ the Kardashians (que me faz rir) e pelo Tempo Extra do Rui Santos, "O" programa de Domingo à noite.


Isto demonstra o que me desliguei da TV. Sendo algo (muito?) pedante de se dizer, graças a Sta Prada existe a Zon. Quase não vejo nada nos generalistas e racionalizo o meu tempo muito bem com aquilo que vejo no cabo. Sic Noticias à meia-noite, programas de viagens / hotéis / spas na TVI 24, o extinto London - Distrito Criminal no AXN, Ossos, reposições do Poirot na TV Memória, Castle à sexta-feira (AXN, temporada 3). Baby TV se está cá o Vasco em casa, para o ter quietinho (tão lindo, quieto!).


No entanto, e citando a minha Tatu adorada, estou Happy Happy com o regresso de uma sitcom que ninguém, repito, ninguém, gostava quando apareceu em 2005 ou 2006 e hoje é consensual (sem ser de "massas", o que até é bom porque de carneirada está a malta fartinha): How I've Met Your Mother






Sitcom vintage, ie, feita nos moldes mais antigos da série cómica, mas totalmente moderna, urbana, com a narrativa certa, boas piadas, bons actores (o Neil Patrick Harris, ex Doogie Howser, é genial... por causa dele li o Bro Code que uma outra gaja de bom gosto me ofereceu!), com um equilíbrio certo entre os temas fáceis de "estupidificar" e um humor honesto. Adoro. Sou fanática. É das poucas coisas que me faz parar para ver TV (isso e o Castle, enquanto a nova temporada de Ossos ou Mentes Criminosas não chega ... sou louca por autopsias e mentes desviadas ... Sim, sou uma mulher doente, têm-me dito!). 

Surpreendida, e muito, fiquei com o Boardwalk Empire, ainda sem exibição prevista em Portugal. Mesmo não sendo a minha "praia" o género gangsters anos 20.




Boardwalk Empire é da fornada da HBO, o que começa por dizer logo tudo. Passada em Atlantic City, New Jersey, durante a Lei Seca, a história é baseada no personagem real "Nucky" Johnson, que aparece no livro Boardwalk Empire: The Birth, High Times, and Corruption of Atlantic City de Nelson Johnson, adaptado pelo argumentista e produtor dos Sopranos, Terence Winter.

O primeiro episódio (duplo) foi realizado por Martin Scorsese (também um dos produtores) e foi o episódio piloto mais caro produzido na televisão norte americana. A primeira temporada estreou em Setembro de 2010 (espera-se que terminando, haja sequela, face aos prémios que arrecadou, nomeadamente nos últimos Globos de Ouro). 

Protagonizada por Steve Buscemi (Reservoir DogsDesperadoFargoCon AirThe Big LebowskiArmageddon), movimenta políticos, traficantes de álcool, prostitutas, homens de negocios, bailarinas, todos em redor dos centros de poder (quem põe as bebidas na mesa), num cenário em que o jovem Lucky Luciano já mostrava a violência que o marcou e Al Capone, a chico-espertice.

Muito bom. A ver. 


Excelentes diálogos. Óptimos cenários. Muito á frente no puritanismo americano.


Recomendo.  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats