Avançar para o conteúdo principal

Percepções

As SMS são "A" invenção.
Dão jeito, permitem a comunicação quando não é possivel falar ou é melhor não falar (para não escalar conflitos, por exemplo) e, muito importante, para pessoas cansadas de falar e de ouvir, são um salva-vidas.

É verdade, depois de anos e anos a falar ao telefone por questões de trabalho, e sem ter, no presente, cabeça para me concentrar em escutar e ter que responder, adoro SMS. E não vou mudar. Escusam de me responder a uma simples SMS com uma chamada que vai durar 10 minutos, no minimo. Paciência.

É falta de apetência pela componente social da vida? Que seja a vossa opinião. Para mim, socializar é "estar com". Se é para falar, que seja pessoalmente. Falar, só por falar, é dar uso ao telemóvel mas deixando que ele nos entre pela vida adentro.

E não entendo, nem gosto assim muito, quando se manda uma SMS, com um tema que seja importante / urgente (e não ludico), e a outra pessoa não responde nem por mensagem, nem por chamada, nem por email nem por pombo-correio. Porque não lhe apetece. Tira-me do sério.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats