Avançar para o conteúdo principal

Size matters?

Sempre achei que o size does matter no que concerne a conta bancária  (não me venham com merdas, porque ter dinheiro - muito - no banco dá um descanso brutal. Só isso equivale a mais 10 anos sem AVC), tamanho das carteiras (literal, gosto dos meus sacos grandes) e dos relógios (sempre versão masculina).

Tudo ganha outras perspectivas nesta nova etapa da blogosfera, também ela pautada pelos numeros. 

Porém...

ORA:
Não entrei para o TOP 5. 
Não vou oferecer nada. 
Não vou publicitar creme de baba de caracol e dizer que é mesmo bom. 
Não vou ter página no FB a pedir "Likes".
Não vou ter convites para a Moda Lx. 
Não vou escrever coluna em nenhum jornal ou revista. 


Mas não vou deixar de escrever o que penso, sinto, vejo, cheiro ou alucino. 


Vou continuar a ser franca, triste, desalentada, sarcástica, mordaz, bem disposta, pedante, danada, com dúvidas, com certezas, com medo, com esperança, inspirada ou com um grande vazio na alma.


Mas sou eu.


E eu estou MEGA CONTENTE com as mais de 10.000 visitas. Ópra'mim, pirosa de alegria.


Quer vos conheça, quer não saiba quem sejam, You Make My Day, Babes!


Um grande bem-haja, saúdinha da boa e continuação!

Comentários

S. disse…
Nunca digas "desta água não beberei"...
Mónica disse…
Asseguro que baba de camelo não publicitarei. Lol. Convites da moda lx eram um plus mas conhecendo-me teria ataque de panico e nao iria. Fazer concursos, nada contra, mas não é o que pretendo. Só se for, a que jornada o benfica é campeao.
Anónimo disse…
10 mil acho pouco para a genialidade criativa da autora que tem a mania que é pior do que aquilo que realmente é!!!
MBA

Mensagens populares deste blogue

Do acosso

Este calor que se abateu com uma força agressiva consome qualquer resistência.  O suor clandestino esbate vergonha e combate qual sabre as dúvidas.  A noite feita à medida de libertinos cancela as vozes interiores que alertam para mais uma queda dolorosa. A brisa quente atordoa, embriaga no contacto com a pele. O tempo pára, as palavras suspendem entre olhares que sustentam no ar tórrido toda a narrativa; qual pornografia sem mácula, mas plena de pecado. A lua cheia transborda e dá luz à ausência de sanidade que percorre no corpo. Tudo parece possível, uma corrente de liberdade atravessa-nos com o sabor do quente esmagado. E, mesmo assim, pulsa algo mais intenso. Mais derradeiro. Mais dominador. Mais perverso que o toque dos dedos. Mais agressivo que a temperatura irrespirável. O freio da impossibilidade.  A intuição luta com o medo e na arena o medo mesmo que picado tem sempre muita força. O medo acossa-nos.

na verdade, estou lá (4)

Villa Amanda The Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy via Luxuary Retreats