terça-feira, 30 de junho de 2009

o cubo

O Michael Jackson morreu com cara deslavada e com aquele aspecto doente. Com 50kg. Teve tudo. Deitou tudo a perder. E tinha 50Kg

Hoje mais 1 aviao desapareceu do radar e mais uns quantos, bons e menos bons, expiraram a validade. Milgrosamente, houve quem se salvou. Que se agarrou à vida. A quem a vida deu uma 2ª oportunidade.

Estas coisas fazem-nos relativizar tudo. No geral. eu, claro, tresmalho sempre.

Não me consigo sentir agradecida. Sinto-me à mesma metida num cubo. Como aquele filme pavoroso em que pessoas com alguma coisa do seu passado sao enfiadas numa mega estrutura de cubo com subcubos que vão rodando e em cada 1 as pessoas são sujeitas a provas. Umas superam, outras nem por isso. Luta pela sobrevivencia.

O meu cubo vai rodando e cá continuo a bater com os costados no chão sempre que ele se mexe. Quanto mais sinto que falhei em tanta coisa que aspirava na minha vida, mais as paredes se apertam e me tiram o ar. E não consigo escolher a porta por onde devo sair.

É pior desaparecer do radar. Ou deitar tudo a perder. Mas quão bom deve ser ter 50kgs e ter sentido as provas superadas, poder escolher a porta e sair de cara satisfeita.

Não consigo ficar indiferente ao acidente de hoje, ao de há 3 semanas, a tantos outros... primeiro, porque o drama é doloroso; segundo, porque por mim estaria sempre num avião a viajar. E tenho-o feito muito menos do que pensava fazer nesta fase. Sendo que viajei mais que outras pessoas. O cubo está sempre a rodar, não é? E as suas diferentes faces têm destas coisas.

Mas eu só queria sair. E ter 50Kg (mas manter o meu nariz, sim?)

para embalar o sono ...

We can do no great things, only small things with great love.
Madre Teresa

é bom de acreditar, quando se perde a paixao que se põe no que se faz...

domingo, 28 de junho de 2009

Hello, I wanna be alive!

A ver Ice Age 2 e a adorar (venha o 3)... tao bem feito e divertido, acalmando a ansiedade de domingo à noite depois de 2 dias a apanhar sol (no Oeste não choveu excepto quando regressei a Lisboa!!!). Mas se amanha continua esta chuva, nao ajuda nada a aguentar a semana...

Acabei o 2º volume da trilogia Millennium (A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo) do Stieg Larsson

Sou Fã total, claro! ... Estou em febre para que chegue o dia 7 de Julho para comprar e começar a ler "A Rainha no Palácio das Correntes de Ar". É alucinante o quão viciante as historias se tornam e mesmo com 600 paginas se lê tão facilmente. Que pena que o autor tenha morrido. Ja havia 1 4º volume começado e o esboço do 5ª e do 6º. Para o ano saem os DVDs (2 por livro).

Pensamento para semana:
se me chateam mt os cornos, chamo as claques do SCP e do SLB convocando-os para uma final de sub-21 a decorrer em plena avenida da liberdade. e força no combate... quanto mais arrearem melhor. Pelo menos, ali é merecido!!!

Enquanto nao vem o 3º volume, vou ler o Fuck It! que ensina a relativizar as coisas que nos lixam a cabeça...

PS1: vão ver os Monologos da Vagina; genial... universo feminino reduzido ao orgão sexual, poderão dizer os criticos; será mais a riqueza do ser mulher e o que ser mulher representa em diferentes contextos

PS2: nao comento nada do Michael jackson; nao gostava nem dele nem das musicas (excepçao para os tempos Motown e para o "Billy Jean"), acho este circo todo ridiculo mas provavelmente ao contento do falecido que adorava ser o centro do seu circo. Mas nao ha pachorra. Alguem recuperou que ele era assim um cruzamento da aberração com o "what the fuck"???

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Porque hoje é 5ª feira (e houve alguem que passou a mensagem no facebook!)

«É melhor ser alegre que ser triste /Alegria é a melhor coisa que existe / É assim como a luz no coração»
Vinicius Morais

terça-feira, 23 de junho de 2009

Obrigada, Becas!

" Um amigo verdadeiro é alguem que crê em ti ainda que tu deixes de crer em ti mesmo"

e ainda agora é madrugada de 3ª feira... e dói!


"A alma resiste muito mais facilmente às mais vivas dores do que à tristeza prolongada"


Jean Jacques Rousseau

domingo, 21 de junho de 2009

Alento de Domingo á noite

já experimentei meditaçao. ando a ler sobre budismo.
comprei uma energy muse para protecção. ofereceram-me 1 trevo pra me dar sorte.
vou tentar ser mais positiva.

Boa semana & boas energias

"O fracasso é a mãe do sucesso."
- proverbio chinês

Le Telfair... posso mudar-me para lá?

O mehor negócio no mundo (pra' ganhar-se dinheiro)... são os cartões do Pestana. As pessoas compram-nos (e não são nada baratos) mas depois ninguem os utiliza (a sondagem é assim pró dedo no ar a ver se há vento! mas as das ultimas eleiçoes aparentemente não foram mais viáveis que a minha)

Os hoteis ou são fora do pais e assim ha que ainda pagar a viagem; ou no Algarve em sitios nem mt interessantes e ultra populados; ou no Funchal (e há um limite para as vezes que se vai ao Funchal); sobra o Carlton (mas é Lisboa, que graça tem?), Cascais (também, qual é a piada???) e o fantastico Porto Santo.

Cá em casa adora-se comprar não 1 mas 2 cartoes do pestana (hoteis e pousadas) que depois sao tao usados na mesma proporçao que eu cozinho. Aliás, nem as noites gratis que se recebe por renovar os cartões se aproveita. dá-se sempre mt trabalho pensar numa data, ligar, reservar... e pra quê, a nossa casa é tão confortável? e fazer fins de semana fora, ui ... isso é conceito de pessoas com mania que são finas!!!

E depois eu é que sou despesista... mas tudo o que compro, uso. Nao dou dinheiro ao sr pestana so pra ele ir a miami ou aos emirados arabes unidos, só porque sim.

E por falar em hoteis, apetecia-me estar com os meus livros 2 semanas no Hotel Telfair nas Ilhas Mauricias. http://www.letelfair.com/

Para quem gosta de ver coisas bonitas recomendo que veja na TVI24 às 11h de sabado o programa Luxos. é um regalo para a vista. pelo menos para quem acha que o mndo confinado a 4 paredes de lisboa é irremediavelmente demasiado pequeno e claustrofobico.

O mundo é tão grande e tão fantastico que realmente nao sei porque nao somos todos andarilhos.


PS1: em vez de 2 semanas, pensei melhor, e no minimo 1 mês nas ilhas mauricias era o que eu precisava... uhm, talvez 6 meses????

PS2. apesar de ser um programa na TVI24, vale mesma a pena. Compensa toda a porcaria da grelha das 2 TVIs

sábado, 20 de junho de 2009

Manifesto

Para esclarecer:

- Não, não estou gravida
- Não, também não perdi peso
- Não, não me apetece falar de trabalho
- Não, não vou à praia
.- Sim, vou ficar o branquelas do costume
- Não, não sei para onde vou de férias, se é que vou a algum lado
- Sim, às sextas feiras gosto jantar caracois e ameijoas
- Sim, o calor põe-me doente
- Sim, ando com baixo nivel de paciencia / tolerancia

quinta-feira, 18 de junho de 2009

quarta-feira, 17 de junho de 2009

A Mosca

duvidas quanto ao Obama ter carisma, ser lider e um politico pra frentex? vejam aqui
Há-de vir uma associaçao qualquer acusá-lo de violencia animal mas aí está a prova do porquê até me apetecia ser made in states para ter votado no homem.
O Steven Segal deve estar parvo com a capacidade de concentração e o olhar entre o contemplativo e o "já foste" para acertar daquela forma cirurgica na "sucker" da mosca.
De repente imagino o Socrates a fazer o mesmo à manuela moura guedes :)
Seria LINDO!
temos mega presidente!!! Fez.me rir. Olha que bom!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Food for Thought

"Be honest with yourself and others."
Oprah


Quando tento, por norma levo na cabeça mas enfim, creio ser um bom mote.

domingo, 14 de junho de 2009

Reflexao de Domingo à noite

"A felicidade para mim consiste em gozar de boa saúde, em dormir sem medo e acordar sem angústia. Françoise Sagan.

Nem mais, na mouche.



PS. Para quem gosta de vir ver o que me anda a passar pela cabeça (facto que muito me alegra!), tenho andado arredada por falta de tempo e inspiração e de energia. Tenho coisas para partilhar mas estou sem pica. I'll be back...

terça-feira, 9 de junho de 2009

Reincarnação

Eu não sou ligada a coisas muito espirituais. Sou agnóstica, logo não sigo religiões, e nunca fui dada ao misticismo. Não obstante, há coisas em que acredito e uma delas é a reincarnação. Durante muito tempo achei que esse facto explicaria coisas tão básicas como as crianças prodigio (!!!) e o dejá vu; mas sobretudo achava-me demasiado boa enquanto ser para desaparecer quando morresse. Ou seja, fazia-me sentido haver a hipótese de eu perpetuar a minha aprendizagem e o que construi enquanto pessoa em outras vidas.

Depois do inicio da manhã de hoje estou claramente convencida que:

a) a reincarnação de facto existe:
b) e que eu devo ter sido uma cabra desgraçada noutras vidas: ou fui padre da santa inquisição, ou fui nazi, ou andei a escalpar indios na américa, ou fui militante do Pol-Pot; qualquer coisa má, mas mesmo má

Só assim se explica que à minha volta todas as pessoas ou mudem de emprego, ou estando livres arranjem novos empregos, tenham oportunidades. Enquanto eu estou encalhada tipo Tolan (FYI: um barco que esteve anos no rio tejo junto à margem de LIsboa) num rio de correntes perigosas e muito pouco interessantes. E rodeada de doidice.

Outra hipotese, sem ser a reincarnaçao, é só mesmo falta de qualidades e não ter préstimo nenhum (talvez mais credivel).

Mas que estou encalhada, estou; que estou farta, estou! E cansada de ver outros evoluirem.
Na proxima vida a ver se me sai uma coisita melhor, irra!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

A frase da minha vida

Quando comecei a trabalhar, quase diariamente passava por ela desenhada nas paredes do metro da estação do Parque. Descia as escadas rolantes e lia-a diariamente e todos os dias me enchia a alma por a achar tão bonita. Ao longo dos anos fui-lhe dando interpretações diferentes mas há uns meses que não pensava muito naquelas palavras
Até que uma amiga hoje ma citou directamente para a minha pessoa:
"É preciso muito caos interior para parir uma estrela que dança", Friedrich Nietzsche


Com isto ela queria dizer-me que, e passo a citar, "quem é inteligente [isto é, eu!!!], nunca se encontra verdadeiramente e tem várias vocações… Ou julgas que tanta poesia, tanta literatura, tanta pintura e obra de arte neste mundo vieram de mentes serenas e em paz consigo mesmas?!"

Eu peço desculpa á Claudia pelo abuso de colocar aqui as suas palavras para mim, mas foram um murro no estomago e fizeram-me sentir nas nuvens. Em vez de um grao de areia senti-me uma praia imensa, na qual se pode percorrer devagar, a correr, ou ficar deitados ao sol, ou mergulhar nas águas quentes ou observar a chuva no mar ou somente ver o pôr do sol.

Os amigos são um bálsamo. E aquela é mesmo a frase da minha vida.
Hei-de começar a deixar estrelas dançantes pelos vários ceus. E não só me deverão conseguir fazer sentir-me bem como espero que iluminarão as vidas de quem gosta de mim!

domingo, 7 de junho de 2009

eleições

Ontem foi a Bola (lá vamos nós pagar umas ferias à Africa do Sul a uma cambada de imbecis), hoje são as eleiçoes.

Todos partidos ganharam, dizem eles, menos o PS. Houve 62,5% de abstenção, o partido mais votado teve 31% mas todos ganharam. Vá lá, até gostamos que nos façam de parvos... Se pareceremos tolos, ninguem nos pede responsabilidades. E há pessoas que vão na conversa (vejam o facebook e vão entender).

O BE acaba de eleger 3º deputado. 1 partido q não é sequer na sua natureza europeista. Nao é só o Miguel Portas que fuma charros. Tá TUDO doido!!! Não há nada a fazer.

pior que isto só mesmo em Itália, o Berlusconni teve uma vitoria com 43% votos.

COMO É POSSIVEL??? Nao entendo. VOCES JA VIRAM QUEM VAI PARA O PE SUBSTITUI-LO??? Pois, vejam... São 28 anos de uma gaja toda boa!

Alguém compra Portugal? Eu vendo a minha parte.

a mlher do Federer ou como os Domingos são maus!

Hoje é Domingo, véspera de segunda feira, esse dia detestável!
O Roger Federer acabou de ganhar a Taça dos Mosqueteiros, vulgo Roland Garros. Faltava-lhe este titulo do Grand Slam (e ainda lhe falta a Taça Davis e os Jogos Olimpicos!), e o homem chora baba e ranho. Menino! Está oficialmente considerado o melhor do mundo, portanto antes dele não houve ténis. Agassi, Becker, Sampras, Bjork, Lendl... esqueçam lá isso... são HISTÓRIA pra apagar!
Na mesma frase que os comentadores debitam estatisticas sobre o Federer (o cavalheiro do ténis, mais um adejectivo a juntar aos demais), comentam o quanto ele já arrecadou de prize money! Como se fosse mais uma taça. Totalmente dentro do espirito desportivo e do nossos valores: falar de dinheiro. É pá, isso que interessa.
Eu nao sou assim grande fã do Federer confesso. 1º fala francês, o que já de si é irritante; depois chora muito, quer ganhe quer perca; 3º aquela mulher antipática e borbulhenta não lembra ao diabo (que ele acabou de apelidar de "lovely"... o gajo é parvo!?). Mas ok, ele joga bem. Mt bem. Mas os endeusamentos não vão com a minha maneira de ser.
Que venha Wimbledon, estou farta destes franceses irritantes que à Sharapova não assobiam por gritar em versão orgasmo mas à luso descendente, pronto, o standard já se aplica de outra maneira porque tuga há-de ser sempre tuga naquele país xenófabo. Sinceramente, tirando a Louis Vuitton, o Louvre, a região de Champanhe, a chanel e a Longchamp, França é o pais europeu que mais me colide com o sistema nervoso e de que menos gosto (excluindo Sérvia e Croácia, ainda não ultrapassei a guerra dos anos 90). A Alemanha bem que odia estender-se mais para Sul.
Hoje é dia de eleições, espero que as pessoas TENHAM IDO VOTAR NEM QUE SEJA EM BRANCO. Eu fui, visitei a minha velha escola, matei saudades da infancia, vi es colegas e percebi que envelheci bem (apesar do peso).
De qualquer maneira, os cabeças de lista deviam ficar mas era em casa caladinhos e envergonhados pela triste figura que andaram a fazer nesta campanha. A Ilda Figueiredo a cozer meias, o Nuno Melo a escrever relatorios para a comissão do BPN, o Miguel Portas a fumar charros, o Vital moreira a curtir uma soneca de idoso e o Rangel a comer (que me parece fazer muito!).
Aliás, serviço publico era o PR prendê-los a todos 48H pela merda de trabalho que fizeram. Que tristeza de campanhas sem ideias, sem se ouvir nada da UE, apenas tricas e uma exbição da pequenez destes so called politicos. Se é isto que temos, como havemos de evoluir e educar os mais novos para uma cultura politica que os transforme em cidadãos interessados e interessantes?
Só nos falta o Berlusconni e as ninfettas.
ODEIO DOMINGOS!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

a pedido de mts familias

e parecendo que eu não gosto de coisas que me façam bem a nao ser materiais, e sem me querer repetir, GOSTO:

- SLB
- esplanadar
- viajar
- os amigos que me fazem rir (todos, há sempre alguem que me faz rir)
- ler
- dormir
- caracois, sangria, morangos, cerejas, nesperas
- mar
- apanhar sol
- ir ao cinema
- camas acabadas de fazer
- quartos de hoteis
- bolas de berlim, leite condensado, tiramisu, gelados
- que me façam surpresas
- estar sozinha

terça-feira, 2 de junho de 2009

apropriado para a data de hoje... COISAS QUE NAO GOSTO NADA!

Por mim, implosão para:

- Folclore
- Sapos e baratas
- Carnaval
- Racismo
- FCP
- Cerveja
- Demasiado calor (acima de 25º JÁ CHEGA!)
- Chapeus de chuva
- Estupidez (aquelas pessoas mesmo estupidas que só fazem comentários estupidos e que jamais vao querer evoluir!)
- Pessoas que cospem para o chão
- Cebola (ódios visceral), bróculos e couves
- Look CR7 / Cromo da Bola mete nojo
- Matanças do porco
- Alças de soutien à mostra (as de silicone transparentes MATAM-ME)
- Unhas de gel versão stripper (compridas, pirosas e cheias de efeitos especiais)
- Filas (ter que esperar no geral)
- Fanatismo (sobretudo religioso)
- Desonestidade e falta de valores
- Pais que deixam as criancinhas fazerem tudo que querem e barulho sem fim
- Cheiro a peixe, pneus e a laranjas
- Piercings e aneis no polegar
- Meias brancas
- Gelado de nata
- Fátima
- Envelhecer
- Estilos chunga e hippie
- Universo pimba
- Festas de aldeia
- Pessoas que comem de boca aberta
- Piqueniques à beira de estrada
- Mulheres que só falam dos filhos e da casa
- Envelhecer
- Sacanice "tuga"
- Idosos, crianças e animais maltratados ou negligenciados
- Pessoas que ficam coladas às portas do metro quando querem entrar impedindo os que saem
- Praias fluviais
- Botins
- Com algumas excepções, casamentos
- Drug users
- Fazer o que não gosto