terça-feira, 29 de setembro de 2009

Os Mais Sexys d' A Mónica na Cidade

Apesar do meu blog não estar ao nivel da qualidade desse magnifico Correio da Manha, nem sequer organizar festas no Lollipop (porque nem sequer estou na Guest List), achei, conjuntamente com umas amigas diligentes e altamente participativas, seleccionar uns quantos gajos que encaixassem num conceito lato de SEXY e que nos fazem esquecer as cretinices clássicas da espécie.

Como responsável pelo blog, exerci direito de veto (mas fui muito transparente e avisei logo à cabeça) e fiz uma categoria só minha, dos homens que me despertam um sorriso maroto (e que mais ninguem mencionou!): O Mais Sexy (e ponto final) e 3 mençoes Honrosas.

Depois temos o TOP 3 da Old School, o Top 10 dos Hotties e, por ultimo, um Prémio Carreira. Comentem, soltem a franga mas digam de vossa justiça!

E muito obrigada às gajas FABULOSAS que responderam. Voces são o máximo!


THE SPECIAL ONE: o mais sexy!
Gabriel Aubry


Já manifestei antes que para este senhor canadiano nem eu tenho palavras. Somente: a menina GOSTA. E muito. E com o meu grau de exigência… é porque é mesmo DELICIOSO. Bonito, mesmo. A Halle Berry também acha … Pudera. Suspiro!!!

MENÇÕES HONROSAS DA MONICA:
Menção Honrosa 1 – Made in Portugal I
António Aguilar



É produto nacional. Só por isso já tem grandes razões para estar destacadinho. Depois há todas as outras. Giro que se farta. Mais adjectivos são desnecessários. Meninas, o rugby tem mesmo muita piada. Vocês não me ouvem!



Menção Honrosa 2 – O TGV
Luis Medina

Isto é o que dá ler a Holla ao Sábado no cabeleireiro. Não sendo classicamente bonito, e mesmo sendo espanhol, tem pinta, charme aristocrático e um estilo fashion muito próprio e catita. Luis me mata!





Menção Honrosa 3 – Made in Portugal II
Zé Pedro

Zé Pedro, és LINDO!!! Já o gritei vezes sem conta. 30 anos de concertos, o renascer das cinzas, o saber amadurecer cada vez melhor!!! Paixão de sempre…





TOP 3 da Old School


Às Ordens de Vossa Majestade... Ninguem conhece a série Remington Steele, mas eu vi... tão novinho! Belo vinho do Porto. Grande Bond!










África Minha? Os Intocáveis? Acho-o simplesmente lindo de morrer, mesmo hoje aos 73 anos. É puramente um fetiche! Vejam o Lions for Lambs e deliciem-se ... Com a excelencia da interpretaçao e a jovialidade do mestre




Blue eyes, babe's got blue eyes. Aquele ar sarcástico, discurso seco, uma beleza imortal!











TOP 10 - HOTTIES

Numero 1 - Rodrigo Santoro

85% dos votos diz tudo. Ninguém fiica indiferente ao ar jovial mas de rosto perfeito e meigo deste brasileiro sarado! Nada a fazer... claramente o Nº 1







Numero 2 - Matthew Mcconaughey
Mesmo sendo pai e tendo namorada fixa, aqueles abdominais nas praias de Malibu com a prancha debaixo do braço, mas com a sua pronuncia sulista é o Delirio... Chegou tarde ao sucesso mas a personagem do Time to Kill e a tensáo com a Sandra Bullock foi uma revelação.










Numero 3 - Orlando Bloom
Pessoalmente prefiro a versão Legolas, n' O Senhor dos Anéis. Aquele cabelo longo quase branco dava-lhe uma candura ao rosto que era mágica. Depois sempre tão branquinho, tipo Néné, sempre tão limpinho, com aquelas vestes... chegava a um ponto em que apetecia entrar no ecrã, rasgar-lhe a roupa e amassá-lo.






Numero 4: Ryan Reynolds
O Sr. Marido de... Scarlett Johansson. Chama-lhe parva.
Ficava com qualquer 1 dos 2







Numero 5: Ralph Fiennes
A pronuncia inglesa suave encanta-me. O Paciente Inglês é dos mais bonitos filmes feitos. O seu ar sério e sempre contido dá vontade de lhe desiquilibrar os "chakras". Ser o Lord Voldemort não lhe rouba o charme subtil britânico.




Numero 6: Christian Bale
Sou altamente suspeita: apaixonei-me com o Império do Sol. Acho-o o melhor Batman. Transforma-se nas personagens e convenhamos, tens ums ligeiras covas adoráveis, um belissimo corpo e um ar todo ele convidativo.







Numero 7: Hugh Jackman
Convenhamos que só o Austrália me fez descobrir o respeitável senhor, dado que não vejo nada daquelas chachadas de BD. Mas bastou o estilo quase ("quase") Rhett Butler aliado aos abdominais para convencer a malta. Depois sentido de humor e saber dançar, bom... creditos extra




Numero 8: Jake Gyllenhaal
Não interessa nada se é assim muito bom actor ou que filmes fez. É bonito. Ponto. O neto que qualquer avó quer. O irmão que qualquer irmã quereria para impressionar. Tem ar de ser meigo, preocupado e de dar presentes / surpresas. APROVADO!!!


Numero 8: Viggo Mortensen
filho de pai dinamarquês e mãe americana, passou a infância em Manhattan e viveu vários anos na Venezuela, Argentina e Dinamarca. Tem mundo e gosta de futebol (daquele que nós percebemos não do americano). Tem 51 anos... ah pois é, amigas, está nas horas! Fabuloso n' O Senhor dos Aneis, deu a volta ao corpito da Gwyneth Paltrow, senpre tão púdica, no Crime Perfeito. E não é de dar a volta, mesmo???







Numero 10 - Tom Brady
não muito conhecido, não muito fotogénico, mas mega corpo e engraçado. Estrela de futebol americano, bom moço, casou com a Giselle Budchen... Deverá querer dizer qualquer coisa, nao?

PREMIO CARREIRA


Marlon Brandon
Não fez, não faz o meu género. Depois do Ultimo Tango em Paris então... Grande actor, mesmo assim.
Mas admito que tinha um je ne sai quais!
Dedicado inteiramente à Ana Teresa, que no meio de tanto email, lá respondeu só para manifestar que este era a sua paixão de sempre.



Alguns ficaram de fora, como por exemplo:
  • Jude Law está a ficar careca e é um traidor compulsivo;
  • o Tom Cruise porque demasiado cientologia fundiu-lhe o fusivel (e é minimo!);
  • Colin Farrel (mt bêbado);
  • Russel Crowe (gosto mt como actor mas tem ar de taberneiro cruzado com pescador de mar alto)
  • Richard Gere (envelheceu mal)
  • Johnny Depp (está a ficar no ponto e como actor cada vez mais! Foi o unico que lamentei!)
  • George Clooney e Brad Pitt (ambos demasiado cliché e não gosto da Angelina Jolie e acho que o Brad foi um cabraozinho com a Aniston!)

Vá lá babes, take a walk in the wild side

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

I HATE MONDAYS... mas coisas giras de hoje

4 comentarios...



1) Gosto da campanha do MEP (http://www.mep.pt/)


Não sei qual a plataforma eleitoral, nunca ouvi um discurso, o que querem da vida, o que pensam como vão impactar a minha vida, se são de esquerda se são de direita, não curto a côr verde SCP mas uma coisa gosto: o modo de fazer campanha, pelo menos o que tenho visto!

Além do autocarro que deambula com colorido pela cidade, hoje havia uns "piquenos" em vespas a passear avenida da liberdade acima - avenida abaixo, com balões e ar alegre...


Alguem percebeu que comicios, bandeirinhas e campanha há anos 80, Já Era!!!! Só mesmo calha bem ao PCP porque são o verdadeiro mobilizador das massas e com eles não soa a anacrónico, é genuino!


MEP vou manter-me atenta ... Acho uma lufada de ar fresco, pelo menos na forma!



2) chegou a VANITY FAIR!!! Oh doce embalo de alma... oh maravilhosa combinação de palavras num papel de qualidade, textos que apetece "comer"!!! Vejam lá esta maravilhosa capa, linda de morrer, e a historia do ex genro da sarah palin!!! Ha pessoas que adoram quando chega o catalogo do ikea, outros a FHM ... eu vibro com a VF






3) se forem ao site dos XUTOS & PONTAPES e forem à Loja, reparem lá se as tshirts de gaja não têm como manequim a mulher do Cabeleira... Só pelo busto... quem viu a ultima FHM, percebe!




4) a Teoria dos Gatos de que a Esquerda Possivel está para a politica como o Mokambo para o café é linda... é escuro, mas não me lixem, não é café!!!


E pronto... faltam 82,5H para o fim de semana

se eu ganhasse o euromilhões...

Antes de mais, cumpria as promessas aos meus 2 colegas de trabalho. Isso tá garantido

* Depois desaparecia, 3 meses, para o Le Telfair nas Mauricias e lia, lia, lia... arranjava um personal trainer e praticava programa de get in shape. E lia... apanhava sol e desligava-me de Portugal... de tudo. Mandava mensagens aos amigos mas ia encontrar-me.

* Investia o dinheiro (deixava o financeiro cá da casa dar umas dicas...).

* Viajava, viajava, viajava que nem louca: Australia & Nova Zelandia; EUA (coast to coast, mas forçosamente parando em Boston, Chicago e Washington + 1 mês em NY); Canada; Europa (sobretudo Escandinavia, Alemanha e Reino Unido); levava o moço para o Rio, Santa Catarina e Fernando Noronha! fazia mega spa na Tailandia. And so on.

* Ía estudar outra vez: ou Historia, ou Historia da Arte ou Filosofia.

* Ajudava todos os amigos (adequado a cada um) e familia.

* Vencia o medo e ía aprender equitaçao.

* Nunca mais pensava 2 vezes antes de comprar 1 livro que me fascinasse. Ou perdia um concerto que me agradasse.

* Montava uma mega estrutura de acolhimento condigno para idosos sem apoio familiar e carencias economicas. Algo mesmo de que me orgulhasse e desse carinho, apoio aos que merecem viver o fim da vida com dignidade e mimo.~

* Criava 1 Vanity Fair portuguesa. Uma verdadeira revista de qualidade com artigos de qualidade sobre temas com boa investigação a cimentar.

* Comprava 1 camarote no SLB e cada jogo em casa era uma festa!

* Ia à opera onde me apetecesse.

* Por fim, e aqui sim, mega surpresa, fazia a vontade ao moço e casava no Farol Design, no Outuno, com 1 vestido dos StoryTaylors de qualquer cor menos branco, com festa animada pelos Xutos, e ía de lua de mel para o Hawai.

Pronto, puff, acordei e nao ganhei o €milhoes. Merda
Foi um escargot que ganhou o premio.

Vá, estou vivinha e com saudinha
Que me aguente a trabalhar que com o meu esforço hei-de lá chegar [Nota Autora: ler de forma irónica]

sábado, 19 de setembro de 2009

isto anda mesmo de bradar os céus!!!

Por onde começar... este país anda twilight zone!!! Olhar para uma banca de jornais é temer pelo o que se pode ver / ler.

Só a capa da Nova Gente com a Lilly "Lady Gaga" Caneças numa banheira cheia de espuma é per si um mero exemplo da demência a que chegámos.

Factos:

- a Manuela Moura Guedes (MMG), qual Joana d' Arc, desgraçadamente acusada pela sua luta, anda a ansioliticos... As farmaceuticas agradecem, acho bem que a senhora se trate (aliás, já vai tarde e só lhe faz é bem), mas quer-se dizer... É preciso ter mesmo muita lata! De forma incisiva e directa e, já agora deliberada, a MMG insultou, sem rodeios, quem lhe paga o salario na praça publica, passou o traço contínuo sabendo que a sua "rede" (vulgo, marido) não a podia proteger, conseguiu ficar com o ónus da vitima porque a Administração se fartou dela, demitiu-se, por sua iniciativa, das funções de Subdirectora e ainda os pode pôr em tribunal por danos morais. Pelo caminho, arrasta o PM e PS por aí abaixo. E põe todos aqueles a que ela já chamou de "estupidos" (palavra recorrente no seu vocabulário) a defendê-la. Extraordinário.

Isto é 1 case study para os sociolgos / psicologos / juristas que estudam os efeitos perniciosos que uma entidade patronal pode criar no estado de saude dos funcionarios. É porque é a verdadeira inversão da coisa e a tipa sai-se bem. Touché.

- Manuela Ferreira Leite (MFL) e seus muchachos... Antonio Preto e Helena Lopes da Costa! Se Portugal fosse Gotham City, estes 2 entravam em todas as sequelas. Há crimes, corrupção, actos ilicitos e, BAM, eles estão lá. Mais uma vez, há muita lata. Basta olhar para a cara deles a falar das coisas e é impossivel nao perceber a mentira a sair-lhes da boca naturalmente. É tipo a Fátima Felgueiras. Acreditam mesmo que estão a ser "honestos". Como a MFL se mete nestes carnavais nao se entende, mas no PSD tudo é estranho (vide, Santana candidato a qualquer coisa, Luis Filipe Menezes ter sido presidente do partido, o AJJ...).

- o PR tem assessores que fazem da vida conspirar em cafés calmos na Av Roma para lixar o PM. Mas eu pago para estes gajos irem para a Av Roma beber cafés enquanto eu tenho que trabalhar, dar o litro, combater a crise??? Hello ... Mr. Anibal Silva, dá para mandá-los conspirar no Palacio de Belem na hora do expediente? Já que se vem tudo a saber, ir de Belém á Av de Roma é perda de tempo!

- o Sócrates tem medo do Gonçalo Uva (o gajo é grande de facto). É a unica razão que encontro para não ter ainda despachado a Patrocinio pelo TGV. Ou até, quem sabe, mandá-la despedir da SIC. Com a fama que o PM já tem, mais uma menos uma fora da antena é igual ao litro. Poupava-lhe muitos embaraços! É que já tem tantos outros... E pra quem despede uma Ministra ainda em funções em directo na TV, não deverá ter grandes problemas (a não ser levar uma placagem do Gonçalo Uva).

- o Louçã não tem piada. Ponto!

- MFL passou-se assim um bocado da cabeça com a historia dos espanhois. Tem dias, em que não posso deixar de concordar com ela. Não pelas mesmas razões (cada 1 sabe da sua vidinha, certo?). Mas parece-me que a Drª MFL (e tantos outros) ainda não entenderam que a haver mudanças não vai ser pela paella e pelo flamengo, mas mais pela moamba e pela kizomba! Alguém fala nisso?


O que interessa é que o Braga acabou de ganhar ao Porto. O resto, é ... logo se vê. O D. Sebastião ainda nos há-de vir salvar!


PS. concordo com o Ricardo Araujo Pereira, sr. PM pode mandar a Clara de Sousa ir ali ao Burkina Fasso e não voltar? É que ela é mesmo muitooooooooooooooooooooo irritante!!!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O meu sobrinho, o sócio 188 e qualquer coisa...

Primeiro, o choque. Ía morrendo com uma pipoca entalada na garganta quando soube, naquela fatidica noite do SLB - Academica época 2008/2009 (não recapitulemos o resultado!).

Soube, assim, como quem me comenta que está frio, que ía nascer mais um membro da nação benfiquista. Nem me lembro da segunda parte do jogo (também é para esquecer), tamanha foi a dimensão da noticia. O meu melhor amigo, de há 18 anos, ía ser pai. Demasiado adulto. Não, não, não. Os 30 anos são os novos 20. Ter um filho é para pessoas mais velhas. Mas eu sou mais velha que o futuro pai. E não tenho relógio biológico (deve ser por isso que gosto tanto de relogios normais!!!).

Depois, a alegria. Afinal é uma coisa boa. Uma criança (desde que não seja uma peste barulhenta e mimada) é sempre um elemento adorável. E foi giro ver a barriga crescer (ok, também não cresceu muito... estas mães modernas que ficam elegantes!!! RAIVA) e aproximar-se o dia.

E comprar coisas para o feto que se transforma num puto com um putativo nome que não lembrava ao Diabo (ainda hoje voto em Vicente ou Vasco!). A primeira vez que entrei numa loja para bébés, assustei-me. Ir ás compras e sentir-me perdida não é o meu género. Compras são o meu habitat natural. Não para bébés, pelo que me apercebi. Mas foi-me habituando e há coisas lindas de morrer, que apetece comprar, comprar, comprar!!!

Por fim, a paixão.

O Pedro nasceu. O Pedro é o máximo. É saudável, bem disposto, calminho, dá turras, dá mimos e passeia de colo em colo como se nada fosse. É adorável.

Quando chora (quando sai do banho, por exemplo) parece mesmo um mini-buda. É tão parecido com o pai no seu orientalismo. Quando está sério a observar e a descobrir coisas, é igual à mãe. Quando se ri, parece o Tio Luis.

O Pedro é fantástico. Adora comer (livra!). Já descobriu que tenho cabelos compridos, colares, pulseiras e relogios para puxar.

Tê-lo nos braços é como ter uma parte da minha vida ao vivo e a cores. Porque o pai do Pedro é um capitulo da minha vida que continua a ser escrito.

O Pedro fica tão bem com o cachecol do SLB, vai amar Xutos, vai-me chamar Tia. Vai dizer que gosta de mim (nem qe«ue sej á força de excesso de presentes) e dar-me abracinhos.

O Pedro foi das poucas coisas boas que me aconteceram neste ultimo ano.

O Pedro faz hoje 10 meses. E eu fico tão feliz só de olhar para ele.

domingo, 13 de setembro de 2009

Hot in the city, hot in the city!!!

Queria agradecer à M80 pelo convite para uma festa toda catita ao som dos 70's, 80's e 90's, com um numero jeitoso de pessoas animadas e cheias de energia, num parque de estacionamento, coberto com temperatura ambiente de ... 40º graus.

Os cubos de gelo derretiam em 30 segundos... Havia pessoas a despejarem garrafas de água em si proprias. Garrafas de água que, by the way, antes da 1h da manhã já não haviam frescas.

Foi quentino. Pareciamos uns frangos a assar. E de génio, o gajo que se lembrou desta ideia deve ser engenheiro.

E sexy à brava... Tudo suado até à medula. E o cheiro??? Tipo fim de dia num estaleiro de obras, no pico do Verão, com os trabalhadores ainda sem banho. Salvé sinusite!!!

Mas como tudo na vida... primeiro estranha-se, depois entranha-se. Uma pessoa habitua-se ao cabelo a colar-se à cara e a não sair. Não mexer sequer.

E ainda houve quem conseguisse engatar nestas condições. O que é um acto de coragem dado o nivel verdadeiramente pornográfico (palavra muito em voga pelos entendidos... aqueles em pornografia LOL) de transpiração que se acumulava nas pessoas às 4h da manhã. Eram litros de água a escorrer no corpo. 2 estranhos meterem-se em aventuras nestas condições é .... impulse? Ou mais arrepiante???

Valeu a belissima companhia, algumas calorias derretidas (positivo, positivo) e a música. Que era igual à da festa de sexta (essa bem mais arejada). É que os DJs das festas dos anos 80's só mudam o alinhamento. Para eles Bon Jovi só têm o Living on a Prayer e Xutos, uma banda com 30 anos, só têm A Minha Casinha.

Agora só quero por uns tempos ir a sitios com musica contemporânea. Até já sei o que é Lady Gaga (já não socialmente exluida!!!).

Ah, nota final, miudas ... não posso deixar de reiterar que independentemente de serem giras, boas, e até terem um trapinho fashion, soutien de alça de silicone à mostra, é assim... como dizê-lo diplomaticamente... Ar de ordinária!!! E quanto às flores no cabelo... MENOS!!!

sábado, 12 de setembro de 2009

Verão 2009

Apesar de ainda ser Verão vamos lá fazer 1 balanço desta época estival de 2009:

O QUE NÃO GOSTEI:

- a história da discriminção com os homosexuais e as dádivas de sangue. Muito feio. E estupido, nenhum argumento "cola" mesmo o demagógico barato.

- o acidente / erro (???) no Hospital Stª Maria que manietou a vida daquelas pessoas e em que ninguem se chega à frente para dizer "culpa nossa". Mas que país é este em que tem os tem no sitio para assumir responsabilidades ou investigar a sério e celeramente?

- ouvir, ver, ler, pressentir, ouvir falar, ouvir defender o inqualificável (LOL) Santana Lopes.

- jumpsuits e flores no cabelo. Meninas, já chega!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Que praga

- Férias terem terminado


O QUE GOSTEI:

- a imensa paciencia do meu namorado.

- os meus AMIGOS (desde os mais antigos aos mais recentes) que tem estado presente sempre que necessario, ora dando-me porrada ora mimando-me. Obrigada

- os meus Padrinhos de férias cá

- os livros que li e comprei e que ainda vou ler (em pulgas!)

- os ovos mexidos com farinheira em Estremoz e o pôr-do-sol alentejano...

- o meu cabelo (desculpem, mas está lindo de morrer não há cá lugar para contestação)


E está aberta a estação da "caça" às botas... YES, YES, YES

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Dá para calar estas gajas???

A politica anda a envergonhar o gajedo ou melhor há aí umas quantas gajas (tipo eu) que gostariam de ver umas putativas gajas bem caladinhas porque o nivel de debate politico neste país já é a tristeza franciscana que se sabe:

Razões:
  • a falta de qualidade dos so called politicos,
  • a pobreza das ideias,
  • e os jornalistas a perguntarem o expectável... (às vezes o efeito surpresa podia ser giro... aqueles debates são uma seca pq os temas são sempre os mesmos...)

Mas voltando às gajas ...

1) a MFL fala e fala da asfixia e depois quase se auto-asfixia (será que é algum fetiche erótico?) com o tema Madeira... Como ela própria disse, "os madeirenses são pessoas como nós, não são estranhos!" e na Madeira não há "defice democratico" ... Drª MFL, a sua coerência espanta-me. O AJJ não é estranho? Ai, new look, o mesmo colar, o mesmo disparate

2) a Joana Amaral Dias, com o seu ar de superioridade intelectual, aquela pose de quem se vivesse em Paris usaria boina, baguette debaixo do braço e recitaria poesia de baixo nivel... ofendida que nem virgem pelo aproveitamento politico que o presidente do partido que ela milita fez do putativo convite do PS à dama loura... Mas a "senhora" esqueceu-se que quem veio falar dessa merda foi ela? É assim tão parva que achava que em momento eleitoral, o Louçã não ia aproveitar isso? Ela está na politica ou a brincar às Barbies? Ou somente, fazer o pessoal de parvo, atirando o peito pra frente (piadinha.........) com esta lata toda ...

3) não sei o que se passa com o PS. Mas algo vai mal no Rato.

É que se o PSD tem a MMF e seu colar de perolas, netos e o Antonio Preto ... o PS arrojou e vai buscar como mandatária uma rapariga mais comnhecida pelo nalguedo e pelos caroços das cerejas e, PIOR, o drama TOTAL... Pró Seixal, a Mandatária da Juventude do candidato à camara é a FILIPA DE CASTRO (ver aqui).

Belisquem-me, deem-me estalos... há politicos movidos pela influencia e poder e dinheiro... este deve ser pela pila. Atentemos às perolas da mandatária:

- não sabe as datas das eleições (!!!). O candidato, Samuel Cruz, defendeu-a: 'O mandatário da juventude representa-nos perante uma camada da população, portanto, quem tem obrigação de responder àquelas perguntas mais complicadas [data eleições= complicado], como quantos habitantes tem o concelho do Seixal."

- no 5 pra Meia Noite da semana passada foi literalmente gozada pelo Alvim e por um porteiro de discoteca chamado D' Artagnan: nao entendia as piadas, nao sabia quais os bares do BA (ate eu sei) mas conhecia o Gallery, e, fantastico, "sobre o seu casamento foi simples, seguido de um almoço e o marido foi treinar". Pergunta do Alvim: "Contigo?"... Acham que ela percebeu?

Resumidamente, 2 questões:

- Socrates mandou calar a MMG mas depois deixa à solta estas cabeças povoadas de ar rarefeito. Fizeram um casting tipo Morangos com Açucar pra Mandatária? Quem virá a seguir, a Ana Malhoa? A loura suburbana do programa do Goucha? A Liliana Queiros?

- ja nao bastava o santana lopes pro disparate e pra incoerencia politica, ainda temos que ter estas tipas a dar maus exemplos??? CALEM-SE, sff.

Voto em branco, lá está!!!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Mensagem positiva do dia: thank you sis

Enviaram-me este poema. alguém que me adora e que eu adoro.
Alguem que é familia.
Alguem que a kms de distancia, nao podendo fisicamente fazer-me rir, fazer-me uma festa no cabelo ou limpar-me as lágrimas, mesmo assim faz parte do meu mundo e tentou pô-lo um bocadinho melhor. Ajudou.
Partilho com todos os que me têm feito o mesmo (agradeço) e com todos aqueles a quem a quem falta ânimo e espirito positivo. E em vez do taco de baseball, mostrar superioridade a quem nos quer cortar as asas.
Still I Rise

You may write me down in history
With your bitter, twisted lies,
You may trod me in the very dirt
But still, like dust, I'll rise.
Does my sassiness upset you?
Why are you beset with gloom?
'Cause I walk like I've got oil wells
Pumping in my living room.
Just like moons and like suns´
With the certainty of tides,
Just like hopes springing high,
Still I'll rise.
Did you want to see me broken?
Bowed head and lowered eyes?
Shoulders falling down like teardrops.
Weakened by my soulful cries.
Does my haughtiness offend you?
Don't you take it awful hard
'Cause I laugh like I've got gold mines
Diggin' in my own back yard.
You may shoot me with your words
You may cut me with your eyes
You may kill me with your hatefulness,
But still, like air, I'll rise.
Does my sexiness upset you?
Does it come as a surprise
That I dance like I've got diamonds
At the meeting of my thighs?
Out of the huts of history's shameI rise
Up from a past that's rooted in pain
I riseI'm a black ocean, leaping and wide,
Welling and swelling I bear in the tide.
Leaving behind nights of terror and fearI rise
Into a daybreak that's wondrously clearI rise
Bringing the gifts that my ancestors gave,
I am the dream and the hope of the slave.
I rise I rise I rise.

By: Maya Angelou

sábado, 5 de setembro de 2009

Quando ir ao cinema é mesmo 1 prazer ...

Sem ser filme erótico nem passar o filme na marmelada...

Cinema Londres, Inglourious Basterds ... Tarantino no seu melhor.

Must see:

- O Coronel Hans Landa, aka, The Jew Hunter, mega interpretaçao de Christoph Waltz (nada a apontar, fabuloso em todo filme);
- O sotaque Tennessee do Brad "Aldo, The Apache" Pitt;
- A riqueza e subtileza dos dialogos e das piadas fabulosas mas não óbvias;
- A dinamica que as diferentes linguas utilizadas introduz (sobretudo ver Aldo the Apache a falar italiano).
- A tensão de arrepiar mas fantástica de algumas cenas e a violencia de tarantino mas no ponto certo
- A frieza (e beleza) contida e superior de Shosanna Dreyfus (grande papel de Mélanie Laurent)
- A musica Cat People do Bowie no momento mais do que certo (ver aqui)

Saí do filme a pensa, vou entrar e ver outra vez!!!
Welcome back Mr Tarantino

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

começar o fim de semana a RIR

1º, é sexta feira logo o mood anda mais para o espirituoso

  • Acabei de ver o Marco Caneira na sua apresentaçao como candidato a presidente da junta de freguesia de almargem do bispo... nada contra, a sério. Até simpatizo com o gajo. Juro. Mas alguem que lhe explique que nao pode falar em contexto politico com as mesmas palavras saidas de um flash interview após jogo... "Estamos a dar o nosso melhor", "equipa vencedora"? HELLO... 'migo, nao estás todo suado depois de andares atrás do esférico, a falar com um idiota qualquer que faz sempre as mesmas más perguntas.... Um esforcinho, vale? Não é a SportTV é uma Junta de Freguesia. Percebeste, Marco? Ou o mister faz um desenho?

  • Ainda em futebol, os Dinamarqueses estão bem mais à frente mas sao muito politicamente correctos. O "capitão" da Dinamarca, Jon Dahl Tomasson, provocou hoje Portugal, ao acusar, em tom de brincadeira, a equipa das "quinas" de "comprar" à pressa o Liedson no Brasil para suprir a necessidade de um ponta-de-lança. Teve piada e é verdade, porque raio há-de vir a federaçao dinamarquesa pedir desculpa? Nao se pode dizer a verdade?

  • Mantendo-me no futebol, hoje estou mesmo pra aí virada, o Pedro Ribeiro disse hoje que uma das potenciais razoes do amuo do Rochemback foi o aumento do preço da picanha... muito bom. Nao tão bom como as piadas ao Angulo na Benfica TV mas felizmente o Pedro Ribeiro nao é o inanarrável Quimbé, logo também não vai pelo caminho ordinarote (mas com piada, admito apesar de achar que o Quimbé devia ir ali ao burkina faso e não voltar)

  • as autoridades reguladoras, a associaçao de jornalistas, os criticos, os especialistas, os outros jornalistas, de outros canais, onde estava esta cambada toda quando a linha informativa da TVI era continuadamente sensacionalista, pouco informativa e especulativa, culminando com o Jornal de Sexta que deveria violar umas quantas regras deontologicas da profissao de jornalista? Tipo reportar, informar, expor factos vs. criticar, julgar, denegrir? senhores, nao ha jornalismo de investigaçao em Portugal, muito menos na TVI (até a imprensa local é melhor). A MMG devia ter um programa dela tipo cronicas para desabafar e dizer o que lhe apetecesse. Como pivot de um jornal nacional tem a OBRIGAÇAO de ser profissional. Não o era. Emitia opinioes, acusava tudo e todos, e sempre com discurso de que era o "beacon" da verdade.

Como a MMG era o meu idolo de meninice (foi por causa dela que 1 dia queria ser jornalista), decepciona-me muito. Mas é de rir as reacções e o escandalo. Aquilo era uma merda. Livra, é dificil de perceber? E mesmo a riqueza de informaçóes que podem durante anos ter descoberto perde credibilidade quando depois elas são expostas assim.

  • and now for someting completely different... a mulher do Cabeleira, capa da FHM deste mês... ja é tema da semana passada mas ainda me dá vontade de rir. Durante muitos concertos dos Xutos achei que o Cabeleira se passara para o lado do Senhor e ninguem o avisara; ou estava num estado de morto-vivo. Ele nao se deve ter apercebido da existencia de telemoveis, da Internet, da TV Cabo, de que o santana lopes foi 1º ministro por uns dias... De repente, acordou, passou a mexer-se em palco e, bum, casou com uma louraça com 2 piercings (1 deles num sitio "fonte de vida e prazer"), de sua profissão dançarina de espaços nocturnos e concentrações motards e também do varão, que humildemente assume que limpa a casa toda nua só com saltos altos (trabalhadeira a moça para os seus 24 anos, não???). Conclusão: o Cabeleira passou do Rock para as Drugs e, por fim, encontrou a luz e entregou-se ao Sex. Como pode não se venerar uma banda assim?

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

"Nádegas é importantíssimo."

No Facebook, calhou-me como poema do Vinicius que mais se adapta á minha pessoa, este "Receita de Mulher".

Ora, parece-me um bocadinho machista mas o velhote deve ter visto tanta bunda a passar enquanto mamava chopes no boteco de ipanema que ficou assim com a pica toda pelo pormenor tao explicito. Pelo menos nao diz que a Mulher cozinha a janta, limpa a casa de alto a baixo e ainda irá parir a herança genética, varias vezes de preferencia (e ficando igual, corpinho todo sarado!).

Tem partes que são um ode delicado à fêmea, é um facto, mas o raio do homem era exigente pra caraças!!!

As muito feias que me perdoem Mas beleza é fundamental.
É preciso que haja qualquer coisa de flor em tudo isso
Qualquer coisa de dança, qualquer coisa de haute couture
Em tudo isso (ou então Que a mulher se socialize elegantemente em azul, como na República Popular Chinesa).
Não há meio-termo possível.
É preciso Que tudo isso seja belo.
É preciso que súbito Tenha-se a impressão de ver uma garça apenas pousada e que um rosto Adquira de vez em quando essa cor só encontrável no terceiro minuto da aurora.
É preciso que tudo isso seja sem ser, mas que se reflita e desabroche No olhar dos homens.
É preciso, é absolutamente preciso Que seja tudo belo e inesperado.
É preciso que umas pálpebras cerradas Lembrem um verso de Éluard e que se acaricie nuns braços Alguma coisa além da carne: que se os toque Como no âmbar de uma tarde.
Ah, deixai-me dizer-vos Que é preciso que a mulher que ali está como a corola ante o pássaro Seja bela ou tenha pelo menos um rosto que lembre um templo e Seja leve como um resto de nuvem: mas que seja uma nuvem Com olhos e nádegas.
Nádegas é importantíssimo.
Olhos então Nem se fala, que olhe com certa maldade inocente.
Uma boca Fresca (nunca úmida!) é também de extrema pertinência.
É preciso que as extremidades sejam magras; que uns ossos Despontem, sobretudo a rótula no cruzar das pernas, e as pontas pélvicas No enlaçar de uma cintura semovente.
Gravíssimo é porém o problema das saboneteiras: uma mulher sem saboneteiras É como um rio sem pontes. Indispensável.
Que haja uma hipótese de barriguinha, e em seguida A mulher se alteie em cálice, e que seus seios Sejam uma expressão greco-romana, mas que gótica ou barroca E possam iluminar o escuro com uma capacidade mínima de cinco velas. Sobremodo pertinaz é estarem a caveira e a coluna vertebral Levemente à mostra; e que exista um grande latifúndio dorsal!
Os menbros que terminem como hastes, mas que haja um certo volume de coxas E que elas sejam lisas, lisas como a pétala e cobertas de suavíssima penugem
No entanto, sensível à carícia em sentido contrário.
É aconselhavel na axila uma doce relva com aroma próprio Apenas sensível (um mínimo de produtos farmacêuticos!).
Preferíveis sem dúvida os pescoços longos De forma que a cabeça dê por vezes a impressão De nada ter a ver com o corpo, e a mulher não lembre Flores sem mistério.
Pés e mãos devem conter elementos góticos Discretos.
A pele deve ser frescas nas mãos, nos braços, no dorso, e na face
Mas que as concavidades e reentrâncias tenham uma temperatura nunca inferior A 37 graus centígrados, podendo eventualmente provocar queimaduras Do primeiro grau.
Os olhos, que sejam de preferencia grandes E de rotação pelo menos tão lenta quanto a da Terra; e Que se coloquem sempre para lá de um invisível muro de paixão Que é preciso ultrapassar. Que a mulher seja em princípio alta Ou, caso baixa, que tenha a atitude mental dos altos píncaros.
Ah, que a mulher de sempre a impressão de que se fechar os olhos Ao abri-los ela não estará mais presente Com seu sorriso e suas tramas.
Que ela surja, não venha; parta, não vá E que possua uma certa capacidade de emudecer subitamente e nos fazer beber O fel da dúvida.
Oh, sobretudo Que ela não perca nunca, não importa em que mundo Não importa em que circunstâncias, a sua infinita volubilidade De pássaro; e que acariciada no fundo de si mesma Transforme-se em fera sem perder sua graça de ave; e que exale sempre O impossível perfume; e destile sempre O embriagante mel; e cante sempre o inaudível canto Da sua combustão; e não deixe de ser nunca a eterna dançarina Do efêmero; e em sua incalculável imperfeição Constitua a coisa mais bela e mais perfeita de toda a criação imunerável.