Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2011

Amor à 1ª lambidela ...

Mhamm Mhamm ... Não dá para perceber mas é gelado de chá verde com um fio de hibisco. Maravilhoso!
Não obstante, €2,75 por um cone de um sabor parece-me, vá, e sendo "fofinha" ... UM ROUBO. 
Sei que sou chique a valer e vivo à conta de um Fundo, mas creio que a Haagen-Dazs ainda não percebeu a história da austeridade, do imposto de 50% sobre o subsidio da natal ou não tem visto o que se passa na Grécia.
Mas que é bom, bom a valer, não há dúvidas. E não se criam grandes sentimentos de culpa, tipo incha porca pra' matança, porque é chá frio, caramba!

Objecto de Desejo da semana

Aurélie Bidermann's green braided cotton bracelet with a neon-pink enameled mother of pearl charm.
Dá-me coisinha má ... Adoro, adoro!
Disponivel no Net-a-porter: www.net-a-porter.com

Desertinha de lhes pôr as mãos em cima!

«O Tempo entre Costuras» é a história de Sira Quiroga, uma jovem modista empurrada pelo destino para um arriscado compromisso; sem aviso, os pespontos e alinhavos do seu ofício convertem-se na fachada para missões obscuras que a enleiam num mundo de glamour e paixões, riqueza e miséria mas também de vitórias e derrotas, de conspirações históricas e políticas, de espias.
Um romance de ritmo imparável, costurado de encontros e desencontros, que nos transporta, em descrições fiéis, pelos cenários de uma Madrid pró-Alemanha, dos enclaves de Tânger e Tetuán e de uma Lisboa cosmopolita repleta de oportunistas e refugiados sem rumo."


"A biógrafa vencedora do Prémio Pulitzer traz de regresso à vida a mulher mais intrigante da história mundial: Cleópatra, a última rainha do Egipto. Cleópatra foi uma hábil estratega e negociadora que reformulou os contornos do mundo antigo. O seu palácio fervilhava de intrigas políticas e sexuais. Casou-se duas vezes, com dois dos seus irmãos. Inic…

Filosofia de Blogues III

Há uns anos tinha uma amiga, dos tempos idos da faculdade, que na primeira vez que foi à Feira da Golegã, para impressionar os amigos da sua paixão, apareceu de calças pretas a imitar crocodilo  e umas botas de estilo lycra elástica de salto alto, da Versus (versace), ou uma marca assim. Estava um frio, chovia, havia lama e a única coisa apropriada que a rapariga tinha vestido era um oleado. 
Isto foi há 17 anos. Nunca me esqueci. Eu de jeans, bota alentejana e boina. Até me senti mal.
Lembrei-me disto porque, lá está, nas deambulações pela blogosfera nacional, tenho sensações  dejá vue. Isto no sentido de que há pessoas que no seu esforço pela evolução, não conseguem largar uma espécie de "provincianismo". E, estando "à moda", exageram no seguidismo, que confundem com estilo. 
Não é dor de corno. Ou melhor, até é uma espécie disso.  
Porque dá dó terem corpinhos tão "trabalháveis" e depois ... pronto, quadro de misérias, como diria a Mary (também conhecida c…

Dedicado à Ana A.

Miuda mái gira, 
Os KEDS brancos já cá cantam. Infelizmente já não havia beges.
TOP, TOP.
Estão um pedacinho grandes mas só havia 37,5. Aguente-se!
Obrigada pela dica ... sapatinho à séria, nada de primarks ou seaside LOL
Bjo...

a terra dos famosos

Há uma moça, ex corista, actriz revisteira, que frequentava a mesma clínica que eu. Moi même, na altura, só queria saber do seu aparelho, e portanto entrava no corredor dos dentistas. A "jove" bastante roliça (alá castiga, estou a pagar isto caro... incha porca!) era acompanhada por um terapeuta da dieta south beach ou algo dentro do género.
Aquilo lá deve, de facto, ter resultado, pois Cristina Areias chegou a ser capa da Playboy. Upa, upa!!!

foto: Correio da Manha, www.vidas.pt


As declarações dela ao Vidas do CM, de que "fazia topless antes de ser famosa" são prova provada do mal que grassa neste minúsculo rectângulo. Não é pequenez geográfica, é a pequenez provinciana das mentalidades.
Mas a menina é famosa... de quê? De onde? Qual seu feito relevante ou contributo real?
Andei a pesquisar o significado de "FAMOSO", de forma metodológica (aka, Net), e a palavra significa conhecido, ilustre, notório, proeminente, ou mesmo, notável. A menina, de facto, é al…

nuno, tinhas falado comigo, pá!

Li hoje no DN (acho, não tenho a certeza, a sério, lamento se me estou a equivocar), no resumo que fizeram da entrevista-base, que em tal "entrevista do ex-avançado do Benfica ao Record (NA: aka, pasquim mete nojo), [Nuno Gomes] poupa os dirigentes (embora denuncie a impotência perante o treinador) e põe toda a responsabilidade da dispensa no homem que se senta no banco" .
Bem-vindo ao mundo real.
Se tivesses tido um têtê-a-tête com esta humilde sócia, em finais Março, desde logo ter-te-ia explicado, ó Capitão que existe sempre um gajo idiota com falta de carácter e de tomates que tem sempre a culpa, como os mordomos.
É a Lei da Selva, mas os FdP safam-se. E as pessoas de bem (nós), seguem em frente com graciosidade (mas lixados). True story.

Mais do que palavras ...

Amor de tia!

-Pedro, olha o presente da tia, pra' levares para a praia!
Estendo-lhe, cheia de orgulho, as mini havaianas e o gajo desata-me num berreiro. Sua excelência, só gosta de Crocs.

Enquanto rebolávamos na brincadeira.

-Pedro, quem é a coisa boa da tia?
-Sim, mas vamos tirar fotografia? (nem aí para o facto do estupor do iPhone tem "dói-dói"... Ahn, ahn, e ele com isso?)


Na cozinha.

-Pedro, queres brincar com a tia?
- o tio nuno? (Oi? Perdão? Como é? Quem?)
- O tio Nuno esqueceu-se de vir buscar a tia e foi pra' casa.

Olhou-me muito sério. E riu-se. O sacana riu-se!

Claro que tudo é compensado pelos beijos, pelos "tia monica" e, claramente, pelos 2 sacos de fardas para o colegio. É tudo maravilhoso. O meu puto vai ser o reí dos sub 3!

sem titulo

A morte de ninguém deve ser vista como efeito pedagógico.
Para mim, não obstante, que nunca uso cinto de segurança quando viajo atrás, vou mudar radicalmente de postura. 
Não gosto de conduções perigosas ou demasiado rápidas e não ando, à partida (só se não conhecer o estilo do condutor) com aceleras que ignorem o código da estrada como se ele não existisse. Mesmo assim, isso não quer dizer nada pois há tantas mais pessoas a cruzarem-se comigo, em andamento. 
Lamento imenso pela família. E pela família das demais vitimas (uma também já falecida, outra internada). E pelas famílias de todos aqueles que pereceram na estrada, sobretudo os que foram apanhados pelas circunstâncias, sem culpa alguma. Perder alguém é uma dor que nos racha da cabeça aos pés. Porém, lamento mais por quem morreu (morre, morrerá ...), perdendo a vida que tinha(m) à disposição.
Tinhas um sorriso contagiante. Descansa em paz, Angélico.

O meu namorado está com tonturas

Só estou a postar esta informaçao assaz importante porque ele se queixou que ninguém lhe dá atenção na blogosfera às suas tonturas e porque quero SENSIBILIZÁ-LO a que vá ao médico. 


Agradeço o apoio nesse sentido. Obrigada, desde já!!!!

Cine Conchas

O CineConchas acontece na Quinta das Conchas, um dos espaços verdes de Lisboa. Na zona cimentada do parque, é montada uma plateia de 650 lugares.A entrada é livre, tal como nos anos anteriores
Mais info em http://cineconchas.cinema.sapo.pt/Programação29 Jun | José e Pilar
A Viagem do Elefante, o livro em que Saramago narra as aventuras e desventuras de um paquiderme transportado desde a corte de D. João III à do austríaco Arquiduque Maximiliano, é o ponto de partida para José e Pilar, filme de Miguel Gonçalves Mendes que retrata a relação entre José Saramago e Pilar del Río. Mostra do dia-a-dia do casal em Lanzarote e Lisboa, na sua casa e em viagens de trabalho por todo o mundo, José...
30 Jun | Sete vidas
Tudo começa com uma lista de sete nomes: Ben Thomas, Holly Apelgren, Connie Tepos, George Ristuccia, Nicholas Adams, Ezra Turner e Emily Posa. A única coisa que eles têm em comum é que todos chegaram a um ponto de viragem na sua vida, e cada um precisa de ajuda em diferentes sentido…

preciso de receitas... muitas!!!

Filosofia de Blogues II

Não sou expert em design, moda ou aconselhamento personalizado sobre o que vestir.
Tenho o meu próprio gosto, acompanho tendências e devoro revistas em busca de novos cremes, vernizes, carteiras. Não tenho nem budget nem corpo para grandes produções mas posso admirar e partilhar. E gosto mesmo de roupa. Adoro trapos.
O meu "cantinho blogueiro" não é patrocinado. Porque não quero. Tudo o que recomendo, e eu possua, paguei (ou o cartão de crédito pagou) ou são coisas que experimentei e gostei ou fui bem atendida ou são coisas de amigos. Apesar da sua modesta visibilidade, mas com visitantes muito estimados, já podia ter cá posto uns anúncios. Recuso-me. Nada contra, mas não é esse o meu objectivo. 
O meu "canto" é multitemático e mantem-se fiel àquilo que gosto, penso e digo, a bem ou a mal, sm grandes filtros. Goste quem goste, não comprometo os meus disparates para não ferir a imagem de marcas que cá estivessem publicitadas. 
Mais uma vez, nada contra. É só uma opção (

Combinação perfeita para amar à 1ª vista

MOLESKINE + O PRINCIPEZINHO






Como diria a Maria da da Cunha da Costa: "Like it, like it!!"

verdades

Sunday Night Blues

A quem peço desculpa por ser uma falhada? 
Acabei de navegar por um blog que já não visitava há algum tempo, e não sei se é do calor, de algum desenquadramento hormonal ou de uma sensação de que "não presto pra' nada", mas fiquei tão desiludida comigo, que só com muito esforço amanha me levanto. 
Acho que vou andar ausente uns tempos.

Dou-te um doce...

Parece episódio de uma sitcom.

Há gelado cá em casa. Escondido. Apenas degustado quando uma certa pessoa (dou uma dica, tem unhas amarelas) se vai deitar ou está na mesma divisão mas sem o angulo de visão adequado.

Mais um pedacinho, e vivem cá strippers e não dou por nada.

Relações modernas ... Ou obesidade

Lisboa iluminada

O trânsito em Lisboa é um verdadeiro caos. Tal como em qualquer grande cidade. Todavia, o stress induzido pelo número de carros que se cruzam diariamente tem, em Lisboa, um efeito por demais pernicioso, ao afastar a atenção de todos aqueles que desesperam da verdadeira magia da cidade. Não permite que se perceba a luz que irradia, o brilho característico que atravessa séculos de fama e paixões assolapadas vividas em becos e vielas de calçadas gastas, mulheres desafiadoras na sua longa tradição de subserviência, o fado em cada madrugada de sentimentos, em cada nascer de dia reflectido no mais belo Tejo.
Pela janela do quarto em que o Sol madrugador entrava sem pudor, ela olhou intensamente o dia que ganhava forma através de um frio outonal cortante e do movimento conturbado que sacudia as ruas. Aninhou-se ainda mais contra o vidro, aqueceu-se com as imagens que lhe preenchiam a mente, recordando-se de como na noite que findara  se sentira completa como nunca antes, se perdera nas deambu…

Silêncio a dois

A um minuto da tua presença esquivei-me por entre labaredas que me levavam a desaparecer para longe. Longe demais para saber o nome, datas ou ter memórias.  Não te podia, no entanto, negar porque partilhávamos as mesmas esperanças vãs nestas quatro paredes que nos albergavam e ambos temíamos cada segundo que passava, receosos que o equilíbrio frágil que havíamos inventado sucumbisse ao peso do nosso passado, aos sonhos partidos de que nos havíamos alimentado.
A música soava baixinho da tua velhinha rádio, lias o jornal, enquanto eu tentava concentrar-me no livro, como se não estivessemos verdadeiramente ali, pois na realidade andávamos à deriva nos nossos próprios oceanos. Não consigo ainda perceber porque a solidão nos castiga mesmo quando partilhamos o mesmo espaço; será então preferível partir à descoberta do que há para lá de nós, buscar em outras estradas outros destinos incertos, que não nos matem lentamente perante aquilo que não vivemos apesar de o parecer?
Teria sido melhor que…

Coisas sobre mim- V

Objecto de Desejo de um domingo abrasador

(dia de tripla neura: domingo, calor e mesmo muito calor...)


Marc Jacobs Bow Ring... LINDO!!!

Coisas sobre mim- IV

Aviso à navegação

Não me venham perguntar se estou chateada, porque estou distante, porque posso estar ligeiramente lixada ou porque não devolvo chamadas ou sms ou emails. 
Fica já escrito, declarado, que estou a por em prática, e à séria, o credo do Mark Twain ... 
‎"Never allow someone to be your priority while allowing yourself to be their option."

Pra' fazer mal aqui a moi même, já basto eu. E eu tenho razões pra' isso. Não preciso de ajudas externas. 
Obrigada

A coisinha fresca do Verão?

Achavam que era o melão?
Nope. São estas calças, denominadas Culottes, da Zara.


Bendita compra. Frescas e confortáveis que são um mimo!!! 
Claro que não me ficam como está na foto e, sendo tamanho único, dão-me luta à séria para passarem pelo mega rabo e pelos troncos que são as minhas coxas. 
Se me ficam bem? Não. Se me adelgaçam a disforme figura? Não. Se me importa? Estou a borrifar-me. A bem da verdade, nada me fica bem e estas calcinhas têm o mérito de serem hiper-mega frescas.
Dado estar um calor tremendo, ninguém consegue manter uma conversa que não mencione a palavra praia, no mínimo, 250 vezes, e ainda faltar tanto tempo para o outono, aguente-se.

Coisas Sobre Mim - III

Nota da Autora: há coisas que podem estar "adormecidas" ou "mortas e enterradas" mas não deixam de ser eu...