domingo, 31 de maio de 2009

ai ai ai

a quase 48h de regressar "à frente", só 2 palavras estão a dominar a minha mente: desespero e cianeto

quarta-feira, 27 de maio de 2009

neuronios louros observam a cidade!

Estou de mau humor. Por 2 motivos em especifico: 1) não quero falar disso, ainda estou em negação com o putativo regresso ao trabalho; 2) está muito calor que amolece a vontade de fazer seja o que seja. Odeio calor.

Como estou com a telha vou partilhar observações que tenho acumulado nas minhas deambulações pela cidade.

Começamos logo pela falta de civismo do tuga quando conduz 1 carro. Ía eu tranquilamente pela Av João XXI, quando sou praticamente abalroada por um Mercedes pato bravo, que não tendo onde estacionar, vá de subir o passeio em espinha como se fosse a coisa mais natural. Só não me levou à frente porque estavam lá as escadas do Chimarrão e o gajo decidiu travar. Se não, eu seria dano colateral. Lá dentro 4 pintas estilo quarentão-casado com 2 filhos- a morar ao longo da IC19-que vai ás putas c/ os amigos-e ao shopping ao fim de semana. Não os insultei, como fiz com o sacana que me tentou vender droga na Rua Augusta, porque estava demasiado calor.

A falta de civismo (que se nota diariamente em tudo) está para a condução como a Tia Maya (tive que gramar com o programa dela e do Graciano hoje no cabeleireiro e o almoço ainda anda às voltas no estomago com o asco) para o pseudo social: somos um pais mesmo foleiro. O tuga é uma desgraça só:

- estaciona em cima dos passeios, sem qualquer preocupação por quem tem facilidade ou pelos que têm dificuldades de movimento, como se o passeio também fosse dele;

- estaciona em 2ª fila com os 4 piscas ligados em qualquer lado para ir ao supermercado, ao café, à taberna ou mesmo ao cinema (conheço uma personagem que o fez); ao fim da rua, à porta do Modelo Bonjour de Entrecampos a falta de vergonha é elevada ao cubo (estacionam em 3ª fila!!! depois de uma rotunda!!!);

- apesar de usar os piscas quando está mal estacionado, desconhece o seu funcionamento quando os tem que utilizar quando de facto devem ser utilizados. Os fabricantes criaram os piscas exactamente para o chico-esperto poder estacionar, ir ali e voltar já! ahn ahn

- endivida-se até á raiz do cabelo para comprar um carro no Miau.pt mas depois não tem dinheiro para comprar a merda de um kit mãos-livres. É PROIBIDO FALAR AO TELEFONE ENQUANTO SE CONDUZ, santa gente... Irrita-me tanto as pessoas que fazem isto!!! E irritam-me os policias que ignoram

- and so on, and so on...

E o mais curioso é que este virus da falta de civismo na condução é geograficamente transversal e é inter-classisista. Desde o Citroen Saxo do Laranjeiro, ao Audi Q7 da Quinta da Marinha , à carrinha Audi de Telheiras, só se vêm desastres ambulantes na estrada. É como a histeria com a selecção nacional: idiotice colectiva.

Mudando de tema, outro fenómeno observável na cidade são as Europeias. De todos os cartazes que analisei:

- só o do CDS com o Portas aparenta honestidade. O lema é: "Não basta razão, é preciso votos!". Ora aí está um tipo prático: passem para cá os votos porque a razão (no sentido de discernimento) essa já foi de frosques. Mas a ideia peregrina do Portas em querer que o 1º Ministro (que tem que governar o país) ande em campanha e sem segurança para que o povo lhe caia em cima, bom ... é o estilo feira a que nos habituou;

- o PS tem o azar do seu cabeça de lista, independentemente ter ou não mérito, parecer o Avô Cantigas com voz de padreco;
- no caso do PSD, o Paulo Rangel tem um olhar à Horatio Caine do CSI Miami que é absolutamente assustador;

- o PCP tem uma cabeça de lista que até tem histórico na UE (e longo e meritório), mas que depois vai fazer campanha para uma Direcção Regional do Minist da Economia, numa reunião com trabalhadores, exigindo a presença da comunicação social? Mas ela está a fazer campanha para as Europeias ou para a Junta de Freguesia da rua dela???

- aos outros nem lhes dei atenção, confesso.

O Sr. Presidente (que de repente deu para fazer piadas e rir-se) em vez e exigir que as pessoas não vão de férias, devia era exigir aos partidos que subissem a fasquia da qualidade, não nos cartazes (esses deviam ser PROIBIDOS) mas na abordagem aos temas fundamentais e que actuassem como uma classe politica como deve ser. Não esta merda generalizada! Vou votar á mesma, porque acredito no exercício dos meus deveres e direitos de cidadã MAS em branco!

O que observei mais na cidade... as bancas de jornais e revistas. Hoje as capas dos jornais não desportivos só falam no Oliveira e Costa que esteve ontem 8horas no Parlamento (deve ter sido a 1ª vez para alguns deputados estarem lá tanto tempo!). De repente, fez-se luz, e agora o Conselheiro de Estado que parece ter um ego tão grande como a fortuna que fruto do suor do seu trabalho acumulou, afinal já não deve ser Conselheiro e tirar imunidade e tal... AGORA???? Foi preciso um gatuno dizer que o Dias Loureiro é um gatuno também para se perceber isso? Antes não havia provas? Mesmo com o BdP a negar o que o DL dizia? AGORA???? Hellooooooooooooooooooooooooo

Também se lê que a Manuela moura Guedes tem um problema de saúde, que explica as operações ao rosto. Depois da tareia do Marinho (bem dada por sinal!), a vitimização é bom para limpar a imagem. E contra mim falo que a tinha como o meu referencial do que queria ser quando fosse grande (pivot de telejornal, e não bully do Socrates).

O post já vai grande, mas não posso deixar de partilhar algo que observo diariamente e logo pela manhã (o meu conceito de manhã é algo diferente do standard nestes ultimos meses) e que me põe momentaneamente atravessada mal dou de caras com este fabuloso atentado ao gosto e á inteligencia: o poster a assinalar novo cd da Ana Malhoa. Tudo na gaja é mau, como se vê, desde a roupa de prostibulo, aos piercings, ao ar ordinarote, mas todos os dias tenho que gramar com 3 (sim, 3) posters colados nas paredes da antiga feira popular. Venham depressa uns construtores mafiosos quaisquer comprar o terreno assim numa negociata daquelas qu já sabemos que existem para tirar dali aquela horrorosa.


Não hei-de eu ter mau humor!!!.




terça-feira, 26 de maio de 2009

aventura por terras nunca antes visitadas

ainda não percebi mt bem onde raio é aquilo mas lá fui visitar o Dolce Vita Tejo
Tanta coisa pra nada de mais (salvou-se a companhia da amiga 5 estrelas e o lanche e depois jantar no starbucks, espaçoso e com empregados mt simpaticos; o mesmo se aplicava à Zara com uma equipa mt amável).
Avenidas largas, lojas grandes qb, uma primark assim pró assustadora e nada de mt. extraordinario. Não fui assaltada, não senti medo mas no starbucks há 1 aviso alertando para o facto de ser uma zona frequentada por carteiristas e por tal, ter cuidado com as coisas. Com 1 coisa assim, a malta pia mais fino.
Ainda estou na duvida se uma loja Tous ou uma Pandora sobrevivem ali mas pode ser só preconceito. Mas é algo contra-natura. Visualmente é pouco elaborado mas há luz e noção de espaço.
Geograficamente senti-me perdida pq andei em terras nunca antes navegadas aqui pela je. Não percebo a existencia de tanto shopping (logo eu que adoro compras) em zonas tão proximas, mas também não achei que fosse a Cidade de Deus. Não obstante, não vejo a razão para aquele centro existir (não há mais ideias para distrair as pessoas? Mesmo que elas não queiram subir a fasquia?). E para tanta loucura com ele.
Estarei a ficar madura?

domingo, 24 de maio de 2009

O novo treinador do Benfica

Parece iminente que o Quique vai sair. Aparentemente, o clube sacrifica estabilidade e construção de uma estratégia de médio e longo prazo pelos resultados imediatos. É uma pena.
Não necessariamente pelo facto do Quique ser giro que se farta (mas também...), ter boa postura e educação, e por não ser numa época que se passa de besta a bestial, mas porque de facto o bordel de treinadores que a Luz se transformou é miserabilista.
Mas claro, isso são questões do "forno interno do clube" como diria o putativo novo treinador (que a concretizar-se me fará entrar de greve benfiquista; não de fome porque não sou a mia farrow, mesmo precisando emagrecer bastantes kilos; e porque não se trata do Darfur).
Assim sendo, acho que o meu mais antigo dos 3 melhores amigos (masculinos) da minha vida (se me casasse eram só padrinhos!!!), merecia o lugar de treinador. Além de conhecer o Benfica de trás pra frente, além de estar 90m non stop a dar indicações para dentro de campo (parecem-me que acertadas essas indicações ainda que as suas avaliações de faltas sejam algo inquinadas e sempre tendentes a favir do SLB ), além de gritar que nem um desalmado (certamente meteria o balneário na ordem num instante), é inacreditável a capacidade como ele analisa ao pormenor o jogo, no seu blog, sem tirar uma puta nota durante o jogo.
Eu estive lá ontem, li agora o post dele e Caramba... como é que ele consegue????
Acresce que vive o clube com a pura da loucura, percebe de estratégias de jogo e, creme de la creme, apesar de conseguir ser bruto com adversários, manteria algum nivel (não diz 1 palavrão em 90m de jogo!!!!).
Carissimo Sérgio do meu coração, amigo de 17,5 anos, acho mesmo que devias ir para treinador do clube. Já que não te dão a direcção da cinemateca (apesar de saberes mt mais de cinema do que aquele loirinho sem graça alguma!), merecias claramente estar no banco do clube a comandar aqueles animais.
E os jogos seriam mais calmos na zona dos cativos, porta 19, sector 19. :)

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Há dias assim...

A semana passada vi um filme de 2006, Friends with Money, a história de 4 amigas que estão ou aproximam-se dos 40 anos, com evoluções de vida dispares. O filme mostra como elas e respectivas familias interagem com estas novas realidades da vida de cada 1 e como se criticam pelas escolhas e diferenças que cada uma delas teve. É um drama / romance bem pensado e escrito. Entre outros, o filme conta com actrizes como Frances McDormand, Jennifer Anniston e Joan Cusak.
Uma das personagens, bem sucedida e endireinhada, a certa altura deixa de lavar o cabelo. toma banho, veste-se de forma meio abandalhada mas o cabelo não leva água nem à força da bala. Quando amigos e familiares a chamam atenção para o facto ela desdramatiza sucessivamente até admitir que lavar o cabelo diariamente dá muito trabalho. está cansada e os braços custam-lhe a estar no ar a ensaboar a melena.
Bizarro? Não, nada. Entendo-a na perfeição. Há coisas, pequenas coisas, rotinas, que em determinados dias ou momentos da nossa vida são 1 frete. Aliás, tudo é uma seca e arrastamo-nos durante o dia à espera que chegue o sofá ou a cama. Há um cansaço e uma falta de motivação para coisas mesmo as mais básicas.
Hoje estava assim, e não conseguia parar de rever as cenas do filme na minha cabeça e fazia sentido.
Há dias mesmo lixados.
PS. descansem, continuo a lavar o cabelo mas que já chateia ao fim de 33 anos, já!!! :)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

A relativização possivel

«Se um homem dá 1 200 reais (€234) à mulher e ela gasta 900 (€176) na compra de uma abaya (véu) numa loja de marca e o marido a esbofeteia (...), ela merece esse castigo»,
Hamada al-Razine, juiz saudita a justificar o aumento da violência doméstica no reino (in Visão, nº 845)



Apesar das Fátimas Felgueiras, Isaltinos e afins; apesar do caso Freeport, Lopes da Mota e o primo; apesar dos casos Casa Pia e Camarate; apesar do Pinto da Costa não estar preso (mas numa daquelas cadeias tipo colombianas, mesmo boas para os direitos humanos); apesar do transito em Lisboa ser a qualquer hora e a cidade estar sempre em obras; apesar de um Presidente que faz piadas (sem graça!) sobre o caso Freeport; apesar dos escnadalos de Universidades como a Moderna e a Independente que tinham métodos pouco ortodoxos; apesar da Elsa Raposo / Filipa de Castro / Clara de Sousa existirem; apesar da 2ª cidade do país estar entregue culturalmente às alegrias do FCP (são os cidadãos do Porto que dizem que não há oferta cultural); apesar do Benfica ser a desgraça que é; apesar do miserabilismo das listas e da pré campanha às Europeias; apesar da obsessão compulsivo-dependente-fanática pelo futebol; apesar do Interior abandonado a si mesmo e de um Litoral à deriva; apesar do racismo que dizemos não ter e da falta de uma cultura de integração saudável, efectiva mas dura; apesar de muito mais... perante estas afirmações, é impossivel não se pensar positivamente e pensar como é bom viver-se em Portugal.


Quanto mais não seja pela beleza das cerejas apetitosas que de repente inundaram as bancas das mercearias de Lisboa... que visão linda!!! quem resiste???




quarta-feira, 20 de maio de 2009

Tema futil do dia

Hoje fui fazer uma massagem.
Não foi uma massagem qualquer. Foi uma massagem aos pés.
Isso mesmo, reflexologia ou «uma arte suave, uma ciência e um método muito eficaz de tratamento. É uma técnica curativa holística – o termo holístico é derivado da palavra grega Holos que significa “inteiro” e, assim, procura tratar o indivíduo como uma entidade constituída de corpo, mente e espírito. A pressão é aplicada nas áreas reflexas dos pés com os dedos das mãos e usando técnicas específicas. Este procedimento provoca mudanças fisiológicas no corpo na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Desta forma, os pés podem desempenhar um papel importantíssimo na conquista e manutenção de uma boa saúde!»
Estas coisas todas giras aliam-se ao facto de eu adorar que me mexam nos pés. Freak, mas sabe mt bem.
As massagens deviam ser consideradas como um tratamento e não um luxo. Deviam apenas ter 5% de IVA e serem descontáveis na entrega do IRS. É que fazem mesmo bem à alma. Seja mais relaxante ou mais de pressão, uma pessoa sai de lá a levitar! A melhor massagem que já fiz foi no Spa da Qtª das Lágrimas, mas a de pedras quentes no Spa Atitude também é mtº boa. Esta dos pézinhos entrou no Top 3.
Ontem lia sobre uma portuguesa especialista no livro Madame Bovary que hoje se vive com o bovarysme: um sentimento de desilusão em relação á vida (...), um mal estar, talvez até doentio. As pessoas sonham com um conjunto de coisas dificeis de obter. Como se conformar com uma rotina metro-trabalho-sono quando se tem ambições grandiosas?» (in Sabado, nº 263, reportagem c/ Mariana Babo Rebelo). Percebi perfeitamente o bovarysme e acho que ele assola a mt boa gente (mea culpa!) e assusta (mtº mesmo... mea culpa outra vez).
Mas hoje ao sair da massagem, com os pés algo doridos mas leves e frescos com o creme de menta, e com uma sensação de bem estar generalizado quer fisica como emocionalmente, senti-me retemperada e nem me lembrei do horror à "rotina metro-trabalho-sono".
E provavelmente não foi assim tão fútil!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Match Point (coisas que não entendo 2)

Gosto de ténis. Não sou especialista nem fã compulsiva e muitas das regras são para mim ainda um mistério, mas gosto de ver jogar. É um desporto elegante, dinâmico, aguerrido, jogado com técnica, força e inteligência. Alia mente e corpo, o que define a diferença entre um praticante e um desportista.
Sempre que posso vejo uma partida na tv. Gosto particularmente do Nadal e gostava do Boris Becker e do Ivan Lendl. Do que me recordo. Em mulheres, nunca tive grandes preferências mas sempre torci pelas Williams pelo nivel de força que punham em jogo. Não duvido que esteja a afirmar um sacrilégio para os verdadeiros amantes mas gostava delas. E ver ao vivo um bom jogo é sempre vibrante.
Isto tudo para dizer que perante o que tenho visto e lido nos media, acho vergonhoso que o Estoril Open se tenha tornado numa Feira das Vaidades de pseudo famosos que não pescam um corno de ténis e que tambem nao querem saber, mostrando um desrespeito brutal pelo jogo em si. Querem o croquete, a champanhe e mostrar-se aos flashes nas tendas dos sponsors.
O Estoril Open acaba por reflectir um mal que arrasa com o país de lés a lés: o provincianismo. Quer sejam os saloios das berças, a arraia miuda, a subcategoria de pessoas wanna be até a individuos com responsabilidades economicas / politicas / sociais, há um virus provinciano que se generaliza.
Somos o suburbio de tudo o resto e parece que gostamos. É uma merda porque esta atitude atrasa o país e transforma uma franja maioritária da população em pessoas desinteressadas e desinteressantes. E pouco exigentes. É uma pena.
Aliás, é muito triste, na verdade.

essa palavra portuguesa ...

saudade...
tenho saudades de benfica

ps. nao gosto da linha amarela do metro

segunda-feira, 18 de maio de 2009

coisas que não entendo

a histeria do cristo rei (nota: obra do tempo de salazar) e o inter-rail regional da Nossa Srª de Fatima.

E não é por uma questão de fé. Mesmo que fosse católica não entenderia este excesso, este benza a Deus do presidente, um fim de semana de adoração de imagens (não há qualquer coisa na biblia contra a adoração de imagens???). Sobretudo num país laico, não???

vamos fazer o mesmo carnaval quando a Mesquita de Lisboa comemorar o seu aniversário? Ou nas celebrações do 100º aniversário da Sinagoga israelita da Rua Alexandre Herculano (100 anos é mais evocativo que 50, certo?!) comemorados este ano?

Não dá mesmo para a minha melena loura. E torra-me o juizo as incoerencias deste país. Ainda dizem que os benfiquistas são bipolares... o país inteiro é DOIDO!

PS. parabéns à Sinagoga Shaaré Tikvá

voltando à Rua C projectada

Isto é calminho. O jardim transmite alguma tranquilidade, o facto deste mega "caixote" estar ainda com mts casas por habitar ajuda.

Ainda me estou a habituar a tantos vizinhos, â dimensão da coisa (pessoalmente, não é tanto o meu estilo), a sair à rua e só ver transito sem uma lojinha que se aproveite, a ter que ir ao Modelo se quiser comprar pão, não ter uma zona privada para estender roupa (odeio roupa estendida á vista desarmada, é horrivel!) e sobretudo a ter que andar tanto para ir do quarto á cozinha (quem conheceu a casa de benfica sabe que em 6/7 passos fazia essa viagem, agora ando e ando e ando!!!).

Acho insuportável o chão da cozinha e da casa de banho e o chuveiro é uma treta de design mt engraçadinho mas sem pinga de eficácia! Mas ok, estamos em fase de adaptação e pelo menos agora já não serei alvo de chacota de pessoas insuportáveis como a Margarida Rebelo Pinto que arranjava sempre maneira de criticar as px de Benfica. Como se a mula tivesse vivido toda a vida na Qtª da Marinha!!!

a casa está a ficar uma casa e gira. Com mtª luz. E boa onda... é como nós!!! Talvez mais como o Nuno. Eu sou mais "escura" tipo Woody Allen. :)

Rua C projectada - impressões sobre a nova casa e os bairros sociais

Moro numa Rua C projectada a qualquer coisa... Soa a bairro social. No futuro, em vez de ser a bela vista com a sua populaçao gira a abrir os jornais, será o bairro social no centro da cidade. ja imagino os confrontos se continuam a estacionar os carros nas entradas dos predios. E o Nuno será o 1º a atirar o cocktail molotov... vontade nao lhe falta e estamos cá há menos de 5 dias.
Relativamente à Bela Vista, choca-me o conceito batido de que pobreza tem que ser necessariamente igual a ser-se criminoso. As pessoas com menos rendimentos têm que ser todas assassinas, dealers ou ladrões? Os menos privilegiados são todos desprovidos de valores? Porque a maioria dos discursos de jornalistas (ou pseudo coisa e tal), politicos e paineleiros é de que esta violencia é desculpável como se funcionasse como lógica causa-efeito natural.
Os bairros de realojamento podem ser mal definidos e não serem jardins encantados mas quem os degrada é quem lá vive em casas praticamente oferecidas e pagas por nós (por aqueles que pagam impostos, leia-se!), pois uma parte de quem lá mora também não as paga e vive encostado à parede à espera do proximo golpe entre 2 passas no charro.
O que falha? Se soubesse, era uma gaja com tempo de antena mas posso opinar:
a) falta de controlo / policiamento mais activo / presente no dia a dia para não deixar os maus da fita ganharem terreno;
b) intervenção social que promova a inserção e a integraçao, estimulando aos hábitos de bom senso de vida em comunidade com direitos mas também deveres;
c) que quando os Toninhos desta vida são presos, não sejam libertados no dia seguinte apenas para continuarem a fazer o mesmo e a infestar tudo á sua volta como um elemento tóxico e corrossivo, prejudicando inclusive quem quer levar uma vida normal nesses bairros.
Discurso mtº á direita? Estou-me nas tintas. 1º, porque não sou de direita. 2º, porque quem tem um histórico de carjacking (que pode sempre degenerar em violencia extrema) e de roubo a ATM´s, em fuga à policia, arrisca-se a levar 1 tiro. Enterrem-no. Aos que deste mártir, transformam o luto em guerrilha urbana, prendam-se. Estamos a viver com medo que a policia aja como é seu dever por medo das repercussões? Por causa de 1 gajo que assaltava pessoas e vivia a coleccionar ATM's? PqP. Não roubava para comer, roubava para ser mais um com tenis de marca e parecer o cristiano ronaldo e ter plasmas em casa. PqP mais uma vez.
PS. sou apologista das camaras na cidade (como em Londres). quem não deve, não teme. E a segurança é ou deve ser um valor importante para a vida em sociedade. E não, não sou de direita. Tenho é cabeça para pensar!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

O regressso das Vacas Loucas!!!

14 de Maio: Após enlace com André Marques

Casamento: Clara de Sousa sem lua-de-mel

Um dia depois de ter casado em segredo com o editor de Imagem da SIC, André Marques, Clara de Sousa já estava a trabalhar. Os compromissos profissionais impedem a jornalista de ter direito à tradicional lua--de-mel, como confirma uma fonte da SIC. "A Clara casou no domingo e na segunda já estava a apresentar o telejornal. Só nesse dia é que contou a algumas pessoas que se tinha casado."

Clara de Sousa preparou o enlace com André – com quem namorava há apenas um mês – no maior dos secretismos e, para que não houvesse fugas de informação, nem sequer avisou os Recursos Humanos do casamento. "Só os amigos mais chegados é que sabiam do casamento, um grupo muito restrito. Na SIC, a Clara só comunicou a notícia no dia seguinte", revela a mesma fonte.

Apesar de o casamento ter sido uma surpresa, sobretudo por o casal estar junto há pouco mais de um mês, a verdade é que colegas de Clara de Sousa elogiam o seu estado de alma. "Porque é que ela não haveria de casar ao final de pouco tempo de namoro? A Clara esteve muitos anos casada e depois não deu certo. Os 40 anos já lhe dão sabedoria para avaliar os sentimentos", diz a mesma fonte.

Contactados pelo CM, nenhum dos amigos da jornalista quis comentar o enlace. "Não falo sobre a vida dos meus amigos", foi a resposta comum.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

sindroma da casa vazia

nós tugas somos apegados ás variáveis da estabilidade: a familia, o casamento, o emprego de longo prazo, morar na cidade em que crescemos (até c/ preferencia pelas proximidades com zona ou bairro onde mais tempo vivemos).
somos saudosistas, pouco arrojados e gostamos do nosso cantinho sem grandes chatices. e com almoços de familia a darem-nos a lembrança que ali há sempre porto de abrigo por mais disfuncional que seja.
não é que tenha nada de mal mas faz-nos falta mais golpes de asa para nos atirarmos de cabeça
vía isso vezes sem conta na actividade profissional que desempenho, pessoas que nao iam de lisboa para o porto (havia mesmo pessoas que nao queriam trabalhar em cascais porque viviam em loures!!!).
contra mim falo... é a minha ultima noite na casa que eu escolhi (na internet), a unica que vi, a que reservei ao fim de 10m de visita. A casa que eu mobilei sozinha em volta de um sofá que havia no ikea. a casa onde arranjei vezes sem conta a maquina de lavar a louça. a casa onde durante semanas dormi no sofá em frente ao lcd que verdadeiramente á burguesa comprei. a casa onde fiz as minhas noites de natal desde 2005 sempre tão minhas e especiais.
está quase vazia a minha casa. sobrou o que não posso levar ou que não é prioritario. mais o pc (que bela porcaria!!!) e a cama mas amanha estarão paredes sujas da mobilia que saiu. e parte de mim fica agarrada ao ninho que montei por minha conta e risco. detesto ser assim tão tuga. acredito que o segredo do ikea para alem de serem os preços baixos é o de se ter encaixado inicialmente a uma cultura de norte em que a mudança e as raizes flutuantes propiciam o florescimento do negocio.
mas enfim, lá devo ter alguma coisa do galo de barcelos em mim.
amanha começa outra fase de risco. mas vai demorar a matar saudades deste sitio em que chorei, ri e vivi contente, coisa que parece já ser uma memória de outra vida.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

ODEIO MUDANÇAS CASA

odeio odeio odeio
é cansativo, stressante
ODEIO
tou a dar em louca, só me apetece gritar e desatar aos xutos e pontapés às paredes, às coisas e a quem me aparece pela frente

'Tou c/ valente telha

ODEIO

terça-feira, 12 de maio de 2009

Ódios de Estimação II + Bonus - Extras

Ódios de Estimação II






6. A gaja que até boa (actriz)... Alexandra Lencastre: não sei se vou, não sei se fico; não sei se me amam, não sei se me adoram; caso agora, caso para o ano (mas o desgraçado há-de casar!!!); não sei se sou bela ou só uma MILF... Não há pachorra para as crises de existencialismo e manifestações de sofrimento aliadas a uma necessidade narcisista de bajulação continuada. Acresce a necessidade bizarra de expôr a vida e os sentimentos (instáveis, caóticos, alucinados???) ao publico. Boa actriz, exibicionista, chata. Tinha muito mais piada na Rua Sésamo.


7. O gajo que não "morre" ... Santana Lopes: palavras para quê??? Foi presidente do sporting, só por isso já merecia um prémio pela negativa. O resto é tudo sempre a descer: sem obra, tudo o que toca enreda-se numa teia de confusão e vitimização, ter sido 1º Ministro entra nas anedotas politicas do mundo inteiro. Rei da oratória, é absolutamente detestável e representa uma forma de fazer politica deplorável. Dá mau nome à classe politica. E NÂO DESAPARECE por mais que tenha derrotas. Aturá-lo em Lisboa como Presidente? Mudo de cidade (e de país!?!?)



8. O defim do PCP ... Bernardino Soares: já nasceu velho, ortodoxo, cinzento e com uma tatto do Estaline no tornozelo. Assegura que o PCP há-de manter sempre uma franja anti-renovação e bafienta. Umas férias nessa grande democracia da Coreia do Norte, sem bilhete de regresso, era excelente opção de vida.



9. TVI: só é batida na qualidade pelas TVs latino americanas, italiana e africanas. Tem uma programação absolutamente IRRITANTE cujas audiencias dizem muito da qualidade das pessoas deste país. Reality shows, telenovelas, a linha orientadora das noticias... tudo aponta para o popularucho, para que não se pense muito, para alimentar o "vicio" de não se ser mais exigente. A Informação envergonha a imprensa regional que consegue ser melhor e mais digna a retratar os casos do individuo e portanto está longe de ser Informação nacional credivel (cursos intensivos a ver BBC não ajudariam???).


Só um exemplo recente (semana passada) do nivel da coisa: no programa da manhã, o Manuel Luis Goucha e a saloia dos arrabaldes que o acompanha, pegaram nos velhotes que fazem plateia e levaram-nos de excursão a uma sex shop. Ponto alto da decadência total: a saloia loura a passar com 1 vibrador na cara e cabeça do ML Goucha. Palavras para quê????



10. last but not least... Margarida Rebelo Pinto: não me apetece gastar palavras sobre ela. Não gosto da gaja, pronto. Armada em tia (mas só armada) e ao pingarelho, pouco esperta (resiste a perceber que as pessoas já entenderam que ela escreve sempre sobre o mesmo - 1 universo estereotipado dela própria- e da mesma forma), narcisista, egocentrica. A sério, dá-me cabo da cabeça o quão ela mal representa mulheres independentes e livres. Detestável! Colide-me c/ o sistema nervoso e não há nada a fazer!!!


BÓNUS - Extras... Os ódios de estimação clássicos:

1) Alberto João Jardim (goes without saying)

2) Pinto da Costa, aka Tony Soprano (já repararam que até a familia é parecida: querem renegar o lado mafioso da coisa e buscam protagonismo social?) mas c/ mt menos piada!!!

3) Claudio Ramos (cada um tem dtº à sua orientação sexual e vivê-la como bem lhe apetece mas querer tapar o sol com a peneira e PIOR criticar a sexualidade dos outros é sinal de uma pessoa com mtº má formação e falta de vergonha no trombil)

4) trio Miguel Veloso, Matreco Moutinho e Rochemback (só não vai o Liedson, pq de facto é bom)

5) José Carlos Malato (irrita-me tanto!!!)

6) George W Bush (como se pode ser estupido e inapto e ser-se presidente dos EUA ... only in america)

7) Mahmoud Ahmadinejad

8) Berlusconi (uma espécie de Danny Crane mas definitivamente sem qualquer piada... machista, sexista, só diz disparates como se tivesse Mad Cow, sofre de Abuso de Poder Crónico. Como o país da Ferrari, da pasta, da Gucci e da Prada, e do Maldinni votam naquela figurinha...)

9) Artur Jorge

10) Hugo Chávez (aquelas camisinhas encarnadas matam-me; de resto, só à bomba)












Grand Finale (algo sonhador...)












Ditadores africanos que se enchem de luxo e opulencia vs. a miséria da população. E para ser politicamente incorrecta e ir contra a carneirada, incluo Angola neste rol.






terça-feira, 5 de maio de 2009

Raça: Taxistas!!!

Não sei porquê mas há uma tendência qualquer na minha singela pessoa que me leva a entrar nos taxis conduzidos por espécimes alucinados. É uma capacidade inata para atrair gente doida!!!!

No espaço de poucos dias tive 2 encontros de 3º grau!

Quinta feira, véspera de feriado, um transito descomunal (sim, porque há crise há crise, nós somos fatalistas como o diabo, mas depois à boa maneira bipolar vai tudo de fim de semana prolongado até porque fazia calor e afinal há sempre mais 1 cartão de crédito), apanhei taxi na av das forças armadas para vir para benfica. Alem de termos ido à av de berna (!!!), apanhei um tipo que tinha 4 taxis e que:

*admitia que roubavam 1 "bocadinho",
* nao acreditava no sistema inglês de estudar as ruas antes de se ter uma licença (quando nao se sabe, pergunta.se aos colegas, dá-se uma "voltita a mais, o cliente paga mais 1 ou 2€ e ninguem se chateia)
* achava que as vozes do GPS se metem na cabeça das pessoas e levam-nas a cometer disparates (ex: seguir a inicação de virar à esquerda e ir contra uma parede)

Mas a pedra de toque foi mesmo ele decidir partilhar que com a idade passou a dar mais atenção á natureza e que adora "pinheirinhos" e que fica contente quando vê "pinheirinhos" com bom aspecto. E se por acaso vai a conduzir e passa num sitio com "pinheirinhos jeitosos" pára porque traz sempre estrume no porta bagagem para colocar nos "pinheirinhos".

No fim, fez-me 1 desconto de €2,5 porque eu era simpatica. Eu vim todo caminho calada entre o pânico e a vontade de rir.


Ontem, tinha entrado no taxi há menos de 5minutos quando o senhor decide fazer 1 chamada para um amigo em alta-voz e começam a falar sobre o fim de semana prolongado, a ida á terra, etc., como se eu não estivesse ali a tentar ler o meu John Le Carré. De subito, o individuo que estava do outro lado da linha á medida que a conversa começa a ser mais animada entre eles, desata num chorrilho de asneiras e o taxista em vez de fazer qq coisa, continua a conversa até que vendo a minha cara de quem lhe ia apertar o pescoço, decide acabar a chamada e depois diz-me só... "Sabe como é, gente da terra, do Norte, da Régua!!!". Respondi-lhe que tendo vivido em Lx toda a minha vida não tinha habito de expor no meu trabalho os clientes ao asneiredo de terceiros.

Será possivel que o mundo ande louco? Já me tentaram vender droga num taxi, mas às 5h da manha e era 1 gajo novo com ar mesmo de dealer, o taxi era só cover. Agora estes 2 velhos jarretas... Que raio de brio e competencia tem esta gente????

Eu se fosse turista nao vinha a lisboa. Alem de que andar de taxi é 1 perigo porque são reis da estrada e estão, regra geral, a borrifar-se para os outros.

PS. hoje no autocarro, o motorista veio assobiar cheira bem cheira a lisboa o CAMINHO TODO. haja paciencia

segunda-feira, 4 de maio de 2009

podia ser o meu lema de vida


NA:
Com o patrocinio de uns amigos que estão de férias em NYC e pararam no Rice to Riches: mais de 25 variedades de arroz doce... com nomes como Coconut Coma, Sex Drugs and Rocky Road, FLUENT IN FRENCH TOAST, TAKE ME TO TIRAMISU, etc... e vão vir magrérrimos. Há pessoas que merecem levar mm porrada

sexta-feira, 1 de maio de 2009

1º de Maio

Incompreensivel como no dia do trabalhador, ninguém trabalha...

este comentário totalmente facho teve o alto patrocinio e foi solicitado pelo meu namorado. Como o amo demais, fiz-lhe a vontade

BOM FERIADO

Hoje como estou bem disposta QB...

Coisas de que gosto muito:
  • relogios
  • carteiras
  • óculos de sol
  • SLB
  • casacos de Inverno
  • chapéus e bonés
  • ler
  • dormir (especialmente em camas recém-feitas de lavado!)
  • jeans
  • cachecóis
  • CHOCOLATE
  • cinema
  • tomar banho
  • esplanadar
  • mar
  • ler revistas
  • musica
  • brincos e aneis
  • Viagens:

a fazer: Nova Zelandia, Australia, Hawai, Boston, Chicago, Washington, Goa, S. Petersburg, Escandinávia, Escócia, Irlanda, Peru, Argentina, Patagonia, Brasil - [Stª catarina, Fernando Noronha], Berlim, Munique

a repetir: londres, NYC, Rio de Janeiro, Canada, Londres

  • LEITE CONDENSADO
  • estar no sofá com a manta e um chá verde sem fazer nada
  • caracóis
  • pão com manteiga
  • GELADOS
  • dias de sol c/ mt frio
  • cavalos
  • compras
  • labradores
  • perfumes
  • canetas e cadernos
  • RIR
  • rugby
  • dançar
  • silencio
  • sangria e eristoff black
  • morangos, cerejas e melancia
  • Lisboa
  • fado
  • Natal
  • massagens
  • arranjar o cabelo
  • Historia
  • cheiro dos bébés
  • alentejo
  • spaghethi carbonara e caril de camarão, franco assado, magret de pato
  • botas e hawaianas
  • queijo
  • last but not least, os meus amigos e o meu namorado