Avançar para o conteúdo principal

Smell Me, I'm PURE!




O ano passado uma das melhores descobertas da minha vida, em beauty speaking, foi o pureDKNY. E digo-o de "peito aberto" pois, salvo 2 maçãzinhas, nunca fui consumidora da DKNY. O pure com a sua maravilhosa base de baunilha, deu-me cabo dos sentidos. 

Há momentos para fragâncias com pontada de drama, com a intensidade de um "tchan", ou com o aroma fresco a anunciar Verão por todos os poros. E depois há os perfumes que se confundem connosco, que se fundem na nossa essência. É o caso deste, claramente, pela delicadeza com que se manifesta, pela forma subtil como enebria, pelo modo discreto como diz tudo. Ou seja, a minha antítese: onde raio pára delicadeza, subtileza e discrição na minha pesssoa? No pure. O meu perfume é a minha fonte de equilibrio! 


Hoje, mais do que um simples perfume, há um projecto pureDKNY, que começou há dois anos, quando a marca decidiu usar como ingrediente principal da nova fragância a Baunilha do Uganda, acabando por ter uma fortissima intervenção social no pais. 

Fevereiro 2012 traz o segundo capitulo desta história, com o lançamento do novo pureDKNY Verbena e desta vez a responsabilidade social centrou-se no Togo, um dos países mais pobres do  mundo, produtor da Verbena, o ingrediente estrela.

O documentário agora em estreia, narrado pelo rosto e voz do projecto pureDKNY, a modelo Angela Lindvall, mostra os progressos obtidos no Uganda e explica como o novo perfume irá ajudar a população do Togo. Podem ver aqui, vale a pena.

É, desta forma, dada continuidade à parceria com a CARE - uma organização humanitária focada a ajudar mulheres a saírem da pobreza 

A parceria entre pureDKNY e a CARE começou em 2010, com o lançamento de pureDKNY Baunilha. Em conjunto, ajudaram a dar formação a agricultoras de baunilha no Uganda, através das Village Savings & Loan Associations (VSLA), o programa de micro-financiamento e empréstimos da CARE. A experiência da CARE demonstrou que, quando as pessoas que vivem em comunidades e países pobres têm acesso a serviços básicos de financiamento – incluindo um serviço seguro de poupanças, garantias de crédito e outros – conseguem por si próprias sair do ciclo da pobreza. Ao comprar a baunilha a agricultores do Uganda, a maioria dos quais é mulher, pureDKNY deu um passo no sentido de assegurar a produção a longo prazo de baunilha naquele país.






Pura Boa Vontade: pureDKNY pretende sensibilizar o mundo
para o problema da Pobreza, através de uma parceria com o programa Access Africa – CARE




PureDKNY está a criar um movimento – e não apenas a doar algo”, explica Veronique Gabai-Pinsky, Presidente da divisão Aramis and Designer Fragrances. O programa Access Africa da CARE está a ajudar a criar as associações Village Savings and Loans Associations em 39 países Africanos, com o objectivo de chegar a 30 milhões de pessoas na próxima década. “Com este perfume, e juntamente com a CARE, tentamos fazer a diferença no mundo. Juntamo-nos à CARE, no seu objectivo de chegar a mais mulheres, crianças e homens, dando-lhes a formação profissional necessária para que consigam sair da pobreza”.

O PureDKNY Verbena tem a vantagem de possuir uma componente cítrica cintilante, semelhante ao limão, além de uma frescura e luminosidade admiráveis. O resultado final é um aroma fresco e cintilante, que personifica a marca pureDKNY.

Acresce ainda que a linha pureDKNY é totalmente eco-friendly.  

A embalagem de pureDKNY Verbena reflecte a sua pureza e simplicidade. O frasco, em forma de gota de chuva, é em vidro transparente, 100% reciclável; a tampa é em alumínio de alta qualidade, 100% reciclável. A cartonagem é feita a partir de Papel Certificado/ Certified Forest Paper, imprimida com tintas de baixo voc (componente orgânico volátil) e produzida em unidades movidas a energia eólica. O filme transparente NatureFlex™, que envolve o cartão, é feito a partir de polpa de madeira renovável, extraída de plantações controladas.

Só vos posso dizer, do fundinho deste coração vaidoso e louco por perfumes, que é um espectáculo. LOVE IT, LOVE IT! E não é dificil! Acreditem.

A partir de Fevereiro vão cheirá-lo a uma perfumaria perto de vós. Os preços não são elevados e é uma excelente aposta!

Já sabem o meu lema: sair de casa sem perfume, atrai más vibrações e umas gostas  durante o dia aumentam a sensação de bem estar!


info e imagens fornecidas por Estee Lauder Companies Portugal



Comentários

Mensagens populares deste blogue

gaja à beira da loucura

Isto pode paracer a demência absoluta mas já estou por tudo. A Alexandra Solnado (isso mesmo, este post vai por esse caminho...) dizia numa entrevista, há umas semanas, ao promover o seu mais recente "livro" que a maioria das pessoas que lhe aparecem para consultas, são pessoas doentes - jura?!
Agora, a sério, as pessoas padecem de doenças fisicas e, no seu desespero, que nem é discutivel porque cada um saberá o que se sente quando se chega a esse patamar, procuram ajuda ou conforto no projecto da Alexandra Solnado (é assim que se chama). Posto isto, explicava a Alexandra Solnado que as doenças são, não obstante, reflexos de outros problemas mais antigos ou e a outros níveis. Não me recordo dos exemplos que ela dava mas era algo como pessoas que tinham tido muitos desgostos e uma vida marcada pela tristeza, desenvolviam uma doença grave em especifico, localizada numa área do corpo em particular. 
Ora, e dando o beneficio da duvida a esta teoria (pois que temos a perder?), gosta…

Inesperadamente, a semana passada

Uns dias bons.
O  25 de Abril. Comer caracóis, os primeiros deste ano. Passear e trabalhar no Porto, deambular nos Clérigos. Diariamente, sessões de The Newsroom e Melhor do Que Falecer. O Pedro Mexia e os ferrinhos na emissão especial do Governo Sombra (e a banda sonora e a Manuela Azevedo e as citações certeiras de Salazar bem seleccionadas por Ricardo Araujo Pereira). O Benfica, tão grande! Opá, o Benfica ❤️

Organismos Unicelulares ...

"alimentam-se" de pequenos prazeres (no pouco tempo) quando não estão a trabalhar (como é o caso!).





Filme para incomodar, para gerar desconforto, que nos deixa sem conseguir estar sentados. Um filme que não é para quem não se gosta de ver ao "espelho".  A ultima cena, explica tudo. 


Por fim, TV Cine Séries. YES!



National Geographic, às 2ª F

A rever. O Original. Só este interessa. 



De volta. Gente estranha. Dia 25!