terça-feira, 26 de março de 2013

olh' ó passarinho!




Tenho andado em arrumações e mediante a premissa insolúvel - acumulamos demasiadas coisas para o espaço que temos - tenho que começar a fazer escolhas.

A primeira, foi fácil. Ou melhor, evidente, porque tem os seus custos (logo, não é decidida com ligeireza) mas surgiu rapidamente: todos os álbuns de fotografias vão para a caixa que diz "arrecadação". 

As fotografias, sobretudo para quem ainda as tem impressas em papel brilhante ou mate, num álbum todo pipi, muitas vezes comentadas, retratam e relembram etapas, momentos, pedaços da nossa história que foram vividos com forte intensidade, alegria, ilusão (no bom sentido, sendo optimista), mas que são, factualmente, passado e irrepetíveis. E ou vivem na nossa memória, fazendo parte do nosso presente, ou diluíram-se no tempo e são fragmentos de algo que já não existe.  

O que ficou, ficou. O resto vai para arrecadação. O meu passado, por muito que tenha contribuído para o presente e futuro, está tão longe mas tão longe, mesmo, da pessoa que sou, que melhor que esteja no -2, numa caixa. 

Um dia, fazemos as pazes. Para já, preciso de espaço nas prateleiras. 


1 comentário:

Ana Sofia Santos disse...

no pc era delete? :)
nunca se sabe o que quer recuperar