Avançar para o conteúdo principal

o emigrante

Devo ter sido sempre daquelas pessoas que nunca imaginou sair do pais numa óptica de emigrante

Estar uns anos fora pareceu-me aliciante, ainda tive devaneios que tirando relações internacionais ía ter one shot de fazer uma carreira em organismos internacionais. Faltou-me o francês para preencher as quotas deixadas vagas (as sobras) pelas gerações de familias ligadas ao MNE. Mea culpa. Acho a lingua irritante e só este pais para lhe dar importancia. Avancemos.

Dado o estado actual das coisas, a minha ideia mudou radicalmente. Sim, sim o sol é lindo em Portugal, a luz de Lisboa é incomparável, bla bla bla... mas viver diariamente neste país é uma tremenda merda. Não quer dizer que nos outros não existam tambem varios grandes senãos mas é impossivel chegar-se a este nivel. Ok, não temos terrorismo. De facto, temos sol e praia (a maior parte delas infectadas a) por pessoas que não sabem comportar-se e acham que gritar ou jogar à bola, às raquetas ou o caraças, em cima das outras pessoas, é um direito civilizacional incontestável e b) por construções pavorosas à volta e mais o transito...), e temos caracóis. Não temos o berlusconni mas também temos com cada sacana mais mete nojo. Não temos guerras civis internas mas deixem lá o Alberto João passar-se da cabeça de vez... :)

A falar a sério, mudava-me hoje. Estou desencantada, desapaixonada e desiludida. Já nem falo da Geração do 25 Abril. É malhar no desgraçadinhos. As que vieram depois são más, e as que estão a aparecer são uma tristeza.

Este é o país em que o boato ou uma suspeita e a contra informação dão escandalos para encher paginas de jornais sem que ninguem entenda mtº bem o que se passa mas porra... de repente são todos uma cambada de malfeitores (vide, Freeport ou Contentores de Alcantara).

Este é o pais em que só agora alguem achou estranha a grande fortuna de ex polticos vinda sabe-se lá de onde. Não é 1 questao de duvidar de quem enriquece, mas num pais em que é tão dificil vigorar uma coisa chamada meritocracia (ou és da catolica, ou de engenharia, ou tens 4 apelidos ou tens amigos nos sitios certos, ou no limite és um bom comercial ... então podes andar 1 vida inteira a marcar passo que ninguem te dá 1 oportunidade: admito, auto-retrato: licenciatura sem falhas, pós graduaçao, mba, falo 2 linguas fluentemente para além da lingua materna, sou desempoeirada, committed... zero valorização no mercado de trabalho), alguem que enriquece TANTO e tão depressa... estranho, nâo?

Este é o pais em que presidentes de camaras indiciados por crimes, FOGEM para o Brasil (para Guine Conacri é que não fogem!!!), passeiam se impunemente por Copacabana, para reaparecerem a jurar por nossa srª de fátima que é uma cabala, com novo look (tal qual esta geração de quarentonas q depois de levar com os pés dos ex, se transformam em femmes fatales), concorrem e ganham novamente e são declarados inocentes.

Este é o pais em o treinador do Benfica não consegue conjugar um único tempo verbal com o sujeito, numa puta frase. Impressionante.

Este é o pais em que os homosexuais masculinos não podem dar sangue... Não há 1 tribunal europeu de direitos humanos? Que merda é esta? Grupo de risco? Qualquer adolescente heterosexual com 15 anos já é parte de 1 grupo de risco. Não há testes de controlo ao sangue?

Este é o pais em que as pessoas no prédio onde moro não dizem bom dia nem boa tarde quando se cruzam com os vizinhos; que andam a passear e estacionar os carros na zona comum para peões; que andam na garagem em sentido contrário na boa, sem problemas e se alguem refila pergunta-se logo se se é policia; em que todo espaço de acesso às portas se transformou num grande parque de estacionamento de todo e qualquer filho da puta que decida trazer o carro do suburbio para cidade e que apesar da inexistencia de sinais de parque e da existencia de sinais de proibido entrar, entram e estacionam. Qualquer dia temos arrumadores. Juro.

Este é o pais em que um doente com um AVC entra num posto médico, é rapidamente diagnosticado, em 5m chega a ambulancia para o transportar e durante 1h30 ficam a discutir para onde levar o doente para desespero dos médicos que tentam explicar que a pessoa nao tem uma unha encravada mas um AVC. True story

Este é o pais onde a lider da oposição depois do que disse (correctamente) sobre aquele ser gelatinoso chamado Santana Lopes, o mandata para a Camara da capital do país onde ele já teve com o seu culto da personalidade e fixação crónica por tuneis (temos um não engenheiro frustrado?). Um pais onde esta "coisa" narcisista e incompetente corre o risco de ser eleito por ignorantes (perdoem-me, não consigo ser mais diplomata que isto)

Este é o pais onde se vende tabaco em qualquer lado mas depois não se pode fumar em lado nenhum; se alguem acender 1 cigarro num espaço publico, legalmente, tipo futebol ou um concerto, é olhado de lado com olhares fulminantes do género " estás-me a queimar o pulmão ó imbecil" (apesar de eu ja ter bebido mais alcool pra me matar agora mesmo de cirrose ou comido que nem uma besta e poder parar-me o coração neste momemto), mas se alguem acender 1 charro ninguem reclama. Se eu acender 1 cigarro num sitio proibido levo uma multa, se fumar 1 charro nao sou punido pq todos fecham os olhos. Hipocrisia pura. E adoro a historia do charro ser inofensivo, é uma droga leve não faz mal a ninguem. Fechar os olhos, esconder a estupidez: qualquer tráfico sustenta outras redes de tráfico em cascata, mesmo sendo só haxixe. Sustenta trafico de armas, trafico sexual, trafico de influencias e ate mesmo terrorismo (aqueles gajos que não gostam assim muito de banho mas adoram explodir-se e levar pessoal atrás).

Pessoal mais velho, continuem a dar o exemplo de fumar charros em publico, são um excelente exemplo, fazem muito bem e até podem votar no imbecil do Miguel Portas, um DEPUTADO que admite fumar drogas ilegais (repito) socialmente e não teve nenhuma consequencia do seu comentário. Miudos, continuem na boa a fundir a moleirinha ... a sonae há-de sempre precisar de caixeiros e a telepizza de pessoal para as entrefas (MAS NÃO O FAÇAM AO PÉ DE MIM NOS CONCERTOS).

Este é o pais em que uma manicure com ar de bar de alterne mas com um programa para crianças se enrola com 1 cromo da bola casado e passa a ser uma historia de amor mediatica. E bonita. Como os intervenientes.

Este é o pais que depois de ler a entrevista da Soraia Chaves à Unica do Expresso, vai achar mesmo que ela é inteligente e talentosa. Eu só me consegui rir.

Este é o pais que para umas gloriosas ferias judiciais quando os tribunais estão entupidos, não há recursos e há pessoas há mais de 20 anos á espera de uma resolução juridica.

Este é o pais que se escandaliza porque 60% da população aprova a pena perpétua (a pena de morte já dava outro post!) ... hello, onde está o escandalo? O mundo está mais violento. Facto. Crimes violentos recorrentes não merecem hipotese de reinserção. Somos todos a santa casa da Misericordia? Até onde vai a tolerancia para quem é intolerável e intolerante???

Por fim, este é o pais que idolatra o "novo portugues de sucesso", um gajo orientado a putas e a joias, com sorriso meloso de miudo traquina quando as luzes acendem sobre ele, apaixonado por si e pela sua propria sombra, mas que tem tanto de educação e de valores como eu tenho dinheiro. O messias de Portugal que vai fazer os espanhois passarem a tolerar-nos (gostar de nós já é outro tanto!!!), que prova que se pode ser uma estrela a partir do nada, mal se apagam os holofotes, numa esplanada isolada, rodeado pela entourage sanguessuga que lhe lambe as chuteiras, recusa-se a dar um autografo (está no seu direito) atirando o argumento de que não dá "autografos a putozinhos!". Sim, era uma criança. True story. E fresquinha.

Portugal e CR9, vocês merecem-se um ao outro.





Comentários

S.L.B. disse…
Concordo com quase tudo, mas se o treinador do Benfica nos puser a jogar à bola com a frequência com que dá pontapés na gramática, acho que ficamos a ganhar. O do ano passado falava muito bem, mas pôr a equipa a jogar, 'tá quieto. (E esta pré-temporada tem prometido e bastante. Até acho que deverias voltar a comprar um "Red Pass". Quanto mais não fosse pela companhia :-)
Eduardo Mata disse…
uma faceta que desconhecia... :-)
Muitas palavras, bastantes verdades.
Portugal é o reflexo de muitos de nós e de algumas partes de nós.
Se mudarmos, a realidade tem de avançar connosco - no colectivo.
Dar tempo de antena (mesmo que seja a criticar) é dar importancia, "vender" e criar espaço para estas tralhas e outras mais.
Eu também o faço, cada vez menos - tento re-e-du-car-me.
O repto para todos.

Não gostando da personagem CR9 apesar de lhe reconhecer o talento e a esperteza, quero dizer que por aqui deu muitos autografos a "putozinhos", mais do que a restante selecção.
Mónica disse…
às vezes dá-me a pura da loucura
eduardo, até sou mt calma e paciente como já comprovou :)

Nao, sergio, greve de SLB ate no limite ganharmos o campeonato. E contençao de custos

Isabel, acredito no que contas de viseu mas acredita a historia é veridica, foi feita com verdadeira arrogancia. Ele nao tem obrigaçao de dar autografos mas foi o modo como o disse / fez. Enfim, o puto ganhou 1 tshirt do Barça do Messi ... true story!
João Dias de Pires disse…
Olá Mónica,

Não sei se te anima, mas é só para dizer que a Fátima Felgueiras voltou a ser ilibada em mais um processo onde era arguida. Sete crimes de participação económica e um de abuso de poder.
Mónica disse…
obrigada Joao, sinto me tao mais contente com este país :)

Mensagens populares deste blogue

Do arrebatamento

O vestido caiu facilmente. Estava apenas preso pelas alças nos ombros magros e deslizou com vontade declarada pelo corpo, até ao chão, enquanto ela acendia uma única luz de presença.

Beijou-lhe o ventre. Sentiu-o a tremer. Antecipação. Expectativa. Sentia-lhe o calor sem sequer tocar. Era como uma fonte inesgotável de desejo prestes a desmoronar-se com um toque. Os dedos enfiaram-se entre a pele e a linha das cuecas de renda fazendo-as sair com mestria. Estava liberta, da máscara de tecidos, não das demais camadas de protecção. Tal não a impedia de arfar baixinho e com satisfação sob um rosto que perdia vergonha a cada caída da cabeça para trás.


Nua, encostada à parede fria, costas arqueadas, totalmente exposta viu-a a desmontar-se com cuidado ao primeiro beijo que se colou à boca como dali não houvera saída. Era intenso, forte, penetrante o modo como ela o arrastava para si com a língua e uma perna em torno da cintura.


Todo aquele momento era primário, selvagem, sem travões ainda que, e…

I shine

Kiss me before you break my heart. There is still room to be damaged for every breath I take on myself and for myself. I regain confidence on me on every touch of you, even those that will be lost. 
The shivers running down on my spine awaken me and allow me to make you feel stronger, bolder, in love with life. 
I expand my senses while you will torn my world apart. We are under the same sky but I am meant to be a trail of light rather than a guiding star. 
I will burn your soul and you will break my heart. Yet I shine. So, kiss me and let's pretend.

Da alegria

Gosto desses olhos que se iluminam e que pausam em mim como se nada mais existisse naquele longo momento. Esse olhar decidido, seguro, revelador de um modo de estar ciente do que se quer e descomplicado.
Fazes-me rir. Como se o mundo fosse fácil. Como se salvar-me das trevas não fosse uma missão mas sim manter-me saciada, livre, às gargalhadas, serena e em silencio, a ler com as pernas esticadas sobre ti.

Gosto das madrugadas de surf, mesmo ao frio. Dos beijos salgados e daquele teu cheiro misturado com água gelada. O cheiro que ainda hoje me faz ficar apreensiva, receosa, quando acordo a meio da noite e te ouço a respirar devagarinho e aquele cheiro está encostado a mim. E como aquele cheiro me apareceu e inundou de alegria.