Avançar para o conteúdo principal

Outubro - Mês Prevenção Contra o Cancro I




A história da Campanha de Prevenção do Cancro da Mama
da Companhia Estée Lauder remonta a 1992.

A Senhora Evelyn H. Lauder e a directora da revista SELF, Alexandra Penney, criaram o símbolo da Prevenção do Cancro da Mama: o Laço Rosa; e a Campanha de Prevenção do Cancro da Mama da Companhia Estée Lauder arrancou em Outubro desse ano.

Evelyn Lauder era, até 2011, Senior Corporate Vice President e responsável pelo Departamento de Desenvolvimento de Perfumes a nível mundial da Companhia Estée Lauder. Era ainda Chairman da The Breast Cancer Research Foundation® (BCRF), que  fundou em 1993. Era uma pessoa profundamente empenhada na missão da Fundação - prevenão do cancro da mama e descobrir uma cura para a doença, financiando as pesquisas mais inovadoras que decorrem em instituições científicas de todo o mundo. A BCRF já angariou mais de 380 milhões de dólares e em 2011-2012 atribuiu 36.5 milhões a 187 cientistas dos Estados Unidos, Canadá, América Latina, Europa, Médio Oriente e China.






Em 1993, Evelyn Lauder e Alexandra Penney, entregaram petições sobre o Laço Rosa à Primeira Dama dos EUA, Hillary Rodham Clinton, na Casa Branca. O  Presidente Clinton decretou que o dia 19 de Outubro passaria a ser o Dia Nacional da Mamografia.  

2000    Em 2000 Evelyn Lauder lançou a iniciativa de Iluminar Monumentos com Luzes Rosa em todo o mundo, para chamar a atenção para a importância da detecção precoce do cancro da mama. No primeiro ano, foram iluminados 26 monumentos em 22 países, incluindo o Empire State Building (EUA), a Sydney Opera House (Austrália) e a Torre de Pisa (Itália).

       Um ano depois, mais de 40 Primeiras Damas de todo o mundo e outras responsáveis  participam na Cerimónia de Iluminação de Monumentos.

Em 2012 a Campanha celebra o seu 20º Aniversário e a vida e o legado da fundadora, Evelyn Lauder.  O teor da campanha deste ano - CORAGEM. ACREDITE NUM MUNDO SEM CANCRO DA MAMA. NÃO VAMOS PARAR ATÉ CONSEGUIR - sublinha o empenho da companhia em derrotar o cancro da mama através da informação e da pesquisa médica. 

DURANTE OUTUBRO DE 2012, A CAMPANHA DE PREVENÇÃO DO CANCRO DA MAMA VAI…                        
           
  •  Alertar para a importância da detecção precoce a saúde mamária a nível global, através de anúncios, brochuras informativas, notícias, facebook;
  • Distribuir milhões de Laços Rosa, no próximo mês de Outubro, aos balcões das marcas da Companhia Estée Lauder, em todo o mundo, número que vem somar aos 115 milhões distribuídos até à data >> em Portugal, esta acção decorrerá em cerca de 400 perfumarias de todo o país.
  • Iluminar monumentos com luzes rosa, como forma de chamar a atenção para a importância da saúde mamária e da detecção precoce, que salva vidas. Em 2010, A Campanha atingiu um recorde do Guiness, ao conseguir “Iluminar o maior número de Monumentos por uma causa em 24 Horas”.
  • Comercializar os produtos Pink Ribbon, para angariar fundos para a pesquisa científica e para acções de sensibilização e informação. Em Portugal, serão comercializados os seguintes produtos PINK RIBBON, exclusivamente no balcão Estée Lauder do El Corte Inglés de Lisboa e Gaia:




*Perfectionist CP+R com Porta-chaves Pink Ribbon
o novo Perfectionist CP+R Sérum Anti-Rugas de Lift e Firmeza e apoiar a Campanha de Prevenção do Cancro da Mama. O Laço Rosa do Porta-chaves também apresenta um toque de azul, para representar a percentagem de cancro da mama que, nos EUA, é diagnosticado a homens (1%). E para a mensagem estar sempre presente, o Laço tem gravada a frase “Estée Lauder Breast Cancer Awareness 2012.”
Preço Indicativo: €133





*Evelyn Lauder and Elizabeth Hurley Dream Lip Collection
Pure Color Lipstick na cor Candy, tom escolhido por Evelyn Lauder, e um Pure Color Gloss na cor Pink Innocence, escolhido por Elizabeth Hurley, e apresentado numa clutch em imitação de pele de cobra, rosada. A caixa do Gloss é decorada com o Laço Rosa, com um toque de azul, para representar a percentagem de cancro da mama que, nos EUA, é diagnosticado a homens (1%).
Preço Indicativo: €33





informação gentilmente cedida por Estée Lauder Companies

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A importância de se chamar Candidato

Numa altura em que as empresas recorrem cada vez mais às redes sociais para procurar candidatos a postos de trabalho (89%) e que 65% por cento é bem-sucedida, conseguindo contratações satisfatórias (Fonte: PR Comunicácion) convinha que as empresas de recrutamento e de executive search pensassem um bocadinho mais sobre o seu modus operandi.


Falo por experiência, por conhecimento e por não ter conseguido efectivar mudanças. 

O headhunter da velha guarda, armado em doutrina maquiavélica, que nunca leu, perspectiva o candidato como um meio para atingir um fim: facturar.  O candidato só serve enquanto servir os interesses do projecto. A satisfação do cliente é posta à frente de tudo e todos. Esta sobranceira linha de raciocínio,  a frio, tem alguma razão de ser. Quem paga as contas são os clientes. Como metodologia, é um erro crasso.
Num mercado concorrencial, um factor claramente diferenciador é a relação que se estabelece entre um consultor e os seus candidatos, pelo menos com aqueles que a…

gaja à beira da loucura

Isto pode paracer a demência absoluta mas já estou por tudo. A Alexandra Solnado (isso mesmo, este post vai por esse caminho...) dizia numa entrevista, há umas semanas, ao promover o seu mais recente "livro" que a maioria das pessoas que lhe aparecem para consultas, são pessoas doentes - jura?!
Agora, a sério, as pessoas padecem de doenças fisicas e, no seu desespero, que nem é discutivel porque cada um saberá o que se sente quando se chega a esse patamar, procuram ajuda ou conforto no projecto da Alexandra Solnado (é assim que se chama). Posto isto, explicava a Alexandra Solnado que as doenças são, não obstante, reflexos de outros problemas mais antigos ou e a outros níveis. Não me recordo dos exemplos que ela dava mas era algo como pessoas que tinham tido muitos desgostos e uma vida marcada pela tristeza, desenvolviam uma doença grave em especifico, localizada numa área do corpo em particular. 
Ora, e dando o beneficio da duvida a esta teoria (pois que temos a perder?), gosta…

Inesperadamente, a semana passada

Uns dias bons.
O  25 de Abril. Comer caracóis, os primeiros deste ano. Passear e trabalhar no Porto, deambular nos Clérigos. Diariamente, sessões de The Newsroom e Melhor do Que Falecer. O Pedro Mexia e os ferrinhos na emissão especial do Governo Sombra (e a banda sonora e a Manuela Azevedo e as citações certeiras de Salazar bem seleccionadas por Ricardo Araujo Pereira). O Benfica, tão grande! Opá, o Benfica ❤️