Avançar para o conteúdo principal

Outubro - Mês Prevenção Contra o Cancro I




A história da Campanha de Prevenção do Cancro da Mama
da Companhia Estée Lauder remonta a 1992.

A Senhora Evelyn H. Lauder e a directora da revista SELF, Alexandra Penney, criaram o símbolo da Prevenção do Cancro da Mama: o Laço Rosa; e a Campanha de Prevenção do Cancro da Mama da Companhia Estée Lauder arrancou em Outubro desse ano.

Evelyn Lauder era, até 2011, Senior Corporate Vice President e responsável pelo Departamento de Desenvolvimento de Perfumes a nível mundial da Companhia Estée Lauder. Era ainda Chairman da The Breast Cancer Research Foundation® (BCRF), que  fundou em 1993. Era uma pessoa profundamente empenhada na missão da Fundação - prevenão do cancro da mama e descobrir uma cura para a doença, financiando as pesquisas mais inovadoras que decorrem em instituições científicas de todo o mundo. A BCRF já angariou mais de 380 milhões de dólares e em 2011-2012 atribuiu 36.5 milhões a 187 cientistas dos Estados Unidos, Canadá, América Latina, Europa, Médio Oriente e China.






Em 1993, Evelyn Lauder e Alexandra Penney, entregaram petições sobre o Laço Rosa à Primeira Dama dos EUA, Hillary Rodham Clinton, na Casa Branca. O  Presidente Clinton decretou que o dia 19 de Outubro passaria a ser o Dia Nacional da Mamografia.  

2000    Em 2000 Evelyn Lauder lançou a iniciativa de Iluminar Monumentos com Luzes Rosa em todo o mundo, para chamar a atenção para a importância da detecção precoce do cancro da mama. No primeiro ano, foram iluminados 26 monumentos em 22 países, incluindo o Empire State Building (EUA), a Sydney Opera House (Austrália) e a Torre de Pisa (Itália).

       Um ano depois, mais de 40 Primeiras Damas de todo o mundo e outras responsáveis  participam na Cerimónia de Iluminação de Monumentos.

Em 2012 a Campanha celebra o seu 20º Aniversário e a vida e o legado da fundadora, Evelyn Lauder.  O teor da campanha deste ano - CORAGEM. ACREDITE NUM MUNDO SEM CANCRO DA MAMA. NÃO VAMOS PARAR ATÉ CONSEGUIR - sublinha o empenho da companhia em derrotar o cancro da mama através da informação e da pesquisa médica. 

DURANTE OUTUBRO DE 2012, A CAMPANHA DE PREVENÇÃO DO CANCRO DA MAMA VAI…                        
           
  •  Alertar para a importância da detecção precoce a saúde mamária a nível global, através de anúncios, brochuras informativas, notícias, facebook;
  • Distribuir milhões de Laços Rosa, no próximo mês de Outubro, aos balcões das marcas da Companhia Estée Lauder, em todo o mundo, número que vem somar aos 115 milhões distribuídos até à data >> em Portugal, esta acção decorrerá em cerca de 400 perfumarias de todo o país.
  • Iluminar monumentos com luzes rosa, como forma de chamar a atenção para a importância da saúde mamária e da detecção precoce, que salva vidas. Em 2010, A Campanha atingiu um recorde do Guiness, ao conseguir “Iluminar o maior número de Monumentos por uma causa em 24 Horas”.
  • Comercializar os produtos Pink Ribbon, para angariar fundos para a pesquisa científica e para acções de sensibilização e informação. Em Portugal, serão comercializados os seguintes produtos PINK RIBBON, exclusivamente no balcão Estée Lauder do El Corte Inglés de Lisboa e Gaia:




*Perfectionist CP+R com Porta-chaves Pink Ribbon
o novo Perfectionist CP+R Sérum Anti-Rugas de Lift e Firmeza e apoiar a Campanha de Prevenção do Cancro da Mama. O Laço Rosa do Porta-chaves também apresenta um toque de azul, para representar a percentagem de cancro da mama que, nos EUA, é diagnosticado a homens (1%). E para a mensagem estar sempre presente, o Laço tem gravada a frase “Estée Lauder Breast Cancer Awareness 2012.”
Preço Indicativo: €133





*Evelyn Lauder and Elizabeth Hurley Dream Lip Collection
Pure Color Lipstick na cor Candy, tom escolhido por Evelyn Lauder, e um Pure Color Gloss na cor Pink Innocence, escolhido por Elizabeth Hurley, e apresentado numa clutch em imitação de pele de cobra, rosada. A caixa do Gloss é decorada com o Laço Rosa, com um toque de azul, para representar a percentagem de cancro da mama que, nos EUA, é diagnosticado a homens (1%).
Preço Indicativo: €33





informação gentilmente cedida por Estée Lauder Companies

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dos maldiitos

via boudoir photography

Agora acordo com mensagens que iluminam o telemóvel e em que dás conta de como pensas em mim antes de dormir. E que o queres partilhar comigo porque agora sentes saudades minhas. Agora recebo telefonemas sem hora nem expectativa e a voz é meiga e quente. Não ouço nada do que dizes, as palavras apenas são ditas mas há muito que já não têm peso ou impacto.
Antes foi a indecisão. O jogo dos que não se comprometem, que querem atalhos facilitados para um espaço confortável de repouso, salvação emocional momentânea, ilusão de pertença. Egoísta forma de ser que suga o querer dos outros para se sustentar, para sentir uma rede rápida de carinho e abraço mas que reclama para si a indisponibilidade de reciprocidade. Para quê? Se vos é dado grátis um sentimento para que serve o esforço de lutar por ele, qual o propósito de envolvimento, de estar, dar a mão, partilhar silêncios e perder a possibilidade de ter mais e mais, melhor, diferente, sempre mais, outras.
Era assim, ante…

Do arrebatamento

O vestido caiu facilmente. Estava apenas preso pelas alças nos ombros magros e deslizou com vontade declarada pelo corpo, até ao chão, enquanto ela acendia uma única luz de presença.

Beijou-lhe o ventre. Sentiu-o a tremer. Antecipação. Expectativa. Sentia-lhe o calor sem sequer tocar. Era como uma fonte inesgotável de desejo prestes a desmoronar-se com um toque. Os dedos enfiaram-se entre a pele e a linha das cuecas de renda fazendo-as sair com mestria. Estava liberta, da máscara de tecidos, não das demais camadas de protecção. Tal não a impedia de arfar baixinho e com satisfação sob um rosto que perdia vergonha a cada caída da cabeça para trás.


Nua, encostada à parede fria, costas arqueadas, totalmente exposta viu-a a desmontar-se com cuidado ao primeiro beijo que se colou à boca como dali não houvera saída. Era intenso, forte, penetrante o modo como ela o arrastava para si com a língua e uma perna em torno da cintura.


Todo aquele momento era primário, selvagem, sem travões ainda que, e…

Das razões

Quero-te pela desarrumação incompreensível que somos. Quero-te pela forma como me procuras à noite na cama, ainda a dormir, de modo instintivo, apenas para te recostares do mundo e amaciares no meu calor. Quero-te (tanto) quando sais do mar, feliz e salgado, qual criança livre agarrado à prancha como se fosse o teu bem mais precioso, a tua melhor amiga, a porta para o teu refúgio. Quero-te pelos beijos inesperados, lentos, que invadem qual descarga eléctrica, e afirmam sem hesitações desejo e amor. Quero-te pela forma como te afundas num livro e tudo à volta entra em pause-still e, mesmo assim, de repente tocas-me no joelho, no cabelo, dás-me a mão. Quero-te porque sei que acreditas em mim e não me questionas, crês que posso mudar o mundo. Quero-te pela tesão, confiança, cumplicidade e pelas saudades que temos, ainda, sempre, um do outro. Quero-te por te rires quando começo a cantar músicas que gosto e ouço a tocar, esteja onde esteja. Quero-te por dançarmos na rua se preciso entre ga…