quinta-feira, 11 de abril de 2013

Vintage Expectations

Hoje no Instagram @pedroribeiroinsta publicou uma fotografia que deu um coice.

Era obcecada por este anuncio, em miúda. Já mais velha, durante anos, todos os dias bebia Nescafé à tarde ou à noite.

Quando o anuncio apareceu, achava mesmo que aquela ia ser a minha vida. Qual mudar o mundo, qual ter uma família com cão e carrinha... Eu ia ser a babe com anéis giríssimos que via o nascer do sol, sozinha, com o seu café, a contemplar o horizonte, no seu VW Carocha.

How cool? Quão grandioso statement de liberdade!

Claro que na altura não sabia que me ia auto-retirar das noitadas precocemente, o que dificulta a contemplação do amanhecer. Ou que odeio levantar-me cedo seja para o que for. Ou que jamais sofro de insónias, o que também não é grande catalisador de uma ida matinal para um sitio com vista desafogada. Ou que tenho um "piqueno" problema com condução o que anula o Carocha da equação (também poderia ser um Mini Cooper ou um Range Rover). Ou que sou uma pelintra logo não tenho casa num local com aquela vistaça que logisticamente facilite a coisa. Ou que nem de perto nem de (muito) longe tive os looks da senhora do anuncio e mais depressa se ouviria a musica da Popota do que o "I can ser clearly now do Johnny Nash".

Não obstante, nem tudo está perdido. Em bom rigor, continuo a ser "aquela" miúda. Não consigo imaginar coisa melhor do que ver o nascer do sol num local deserto mas com pinta, ao sabor do frio da manhã, com café e o horizonte inteiro pela frente, sem nada para pensar. Só eu e o som de uma boa música.

Isto sou eu. Posso querer muita coisa na vida mas não quero jamais esquecer que gosto desta miúda. E de café, claro. Mesmo Nescafé!

2 comentários:

Rubi disse...

Tambem adorava este anuncio, e ate' sou madrugadora :). Podes sempre aproveitar os Pores-do-sol. Os mais bonitos que vi foram em Dili e Bali ;)!

A Dieta e a Cidade disse...

EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEH!!!!!!! <3<3<3<3<3

Sempre quis ter um carro para fazer isto! E agora que tenho nunca fiz...

Parva eu!