Avançar para o conteúdo principal

habemus tugas

Irrita-me particularmente, e aparentemente está muito em voga, esta mania da carneirada rotular as criticas com o o argumento de "é inveja" naquele tom de porteira abespinhada.

Eu explico: tornou-se comum que pessoas com alguma notoriedade (evito a expressão "figuras publicas" porque não estamos a falar nem de putativas estátuas nem de nomes de ruas ou de hospitais; muito longe disso) venham dizer, ou mandem dizer, ou incitem que se diga, perante criticas que lhes sejam feitas, que as mesmas são apenas fruto desse mal que assola gerações de genes tugas - a inveja. 

E, pronto, isto maça-me. Primeiro porque que se bate na tecla de um pecado do repositório cristão, coisa da qual não nos conseguimos livrar. Segundo, porque é de um facilitismo atroz e é uma boa maneira de sacudir água do capote. 

De facto, é bem provável, que a coisa se aplique em algumas situações mas ó minha boa gente, sejamos sinceros, se estão no "olho do furacão" por força das circunstâncias (e por norma, V. Exmas. querem estar exactamente aí), é normal que as vossas opiniões, afirmações, modos de estar, o que dizem, escrevem, falam, espirram, possa ser alvo de critica. E? Qual é o mal? Onde está a gravidade da critica? Desde que não seja ofensiva nem caluniosa, claro está! 

E porque raio uma diferença de opinião significa inveja do sucesso de outrem? É um mundo um bocadinho triste e limitado em termos de perspectiva, não? E altamente umbiguista, I'll say. Tipo, comigo ou contra mim. 

É curioso que estas acusações de "inveja" nunca provenham de pessoas que se destacam pelos feitos científicos, académicos, humanitários, empresariais. Alguém vê, sei lá, a Isabel Jonnet a queixar-se que é alvo de invejas? E se há pessoa que representa sucesso é ela. Ou acham que o sucesso se mede só pelo numero de pares de sapatos que se tem no closet ou pelos carros estacionados na garagem?

Cresçam mas é. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A importância de se chamar Candidato

Numa altura em que as empresas recorrem cada vez mais às redes sociais para procurar candidatos a postos de trabalho (89%) e que 65% por cento é bem-sucedida, conseguindo contratações satisfatórias (Fonte: PR Comunicácion) convinha que as empresas de recrutamento e de executive search pensassem um bocadinho mais sobre o seu modus operandi.


Falo por experiência, por conhecimento e por não ter conseguido efectivar mudanças. 

O headhunter da velha guarda, armado em doutrina maquiavélica, que nunca leu, perspectiva o candidato como um meio para atingir um fim: facturar.  O candidato só serve enquanto servir os interesses do projecto. A satisfação do cliente é posta à frente de tudo e todos. Esta sobranceira linha de raciocínio,  a frio, tem alguma razão de ser. Quem paga as contas são os clientes. Como metodologia, é um erro crasso.
Num mercado concorrencial, um factor claramente diferenciador é a relação que se estabelece entre um consultor e os seus candidatos, pelo menos com aqueles que a…

Da alegria

Gosto desses olhos que se iluminam e que pausam em mim como se nada mais existisse naquele longo momento. Esse olhar decidido, seguro, revelador de um modo de estar ciente do que se quer e descomplicado.
Fazes-me rir. Como se o mundo fosse fácil. Como se salvar-me das trevas não fosse uma missão mas sim manter-me saciada, livre, às gargalhadas, serena e em silencio, a ler com as pernas esticadas sobre ti.

Gosto das madrugadas de surf, mesmo ao frio. Dos beijos salgados e daquele teu cheiro misturado com água gelada. O cheiro que ainda hoje me faz ficar apreensiva, receosa, quando acordo a meio da noite e te ouço a respirar devagarinho e aquele cheiro está encostado a mim. E como aquele cheiro me apareceu e inundou de alegria.

I shine

Kiss me before you break my heart. There is still room to be damaged for every breath I take on myself and for myself. I regain confidence on me on every touch of you, even those that will be lost. 
The shivers running down on my spine awaken me and allow me to make you feel stronger, bolder, in love with life. 
I expand my senses while you will torn my world apart. We are under the same sky but I am meant to be a trail of light rather than a guiding star. 
I will burn your soul and you will break my heart. Yet I shine. So, kiss me and let's pretend.