quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Um-do-li-tá

Entre as eleições em Angola (e as promessas de "aprofundamento da democracia participativa" do sempre jovem José Eduardo dos Santos) e a Tomatina, a maior batalha mundial de comida, celebrada na última quarta-feira de Agosto em Buñol, perto de Valencia (à qual chegam entre 20 e 40 mil pessoas para... atirar tomates umas às outras), não consigo perceber onde começa e acaba o disparate.

Desisto.

Sem comentários: