quarta-feira, 22 de maio de 2013

Gaja à beira de ataque de nervos

Sou uma pessoa altamente opinativa. Facto.

Também opino menos porque fui mordida pela bactéria "Whatever" em muita coisa. É outro facto.

Não obstante, há "n" temas sobre os quais reservo o direito de me abster de emitir uma opinião ou comentário. Regra geral, não domino os assuntos, não tenho conhecimentos para proferir uma opinião fundamentada e, por tal, prefiro escutar e aprender sobre o que está em causa em vez de me por a debitar patacoadas sobre o que não sei. Noutros casos,  o assunto é-me indiferente e não gasto tempo que não tenho nem energia a aprofundar algo que não me interessa ou nem vou entrar em discussões metafísicas só porque sim. Há ainda aquelas situações em que o tema versa em torno de pessoas que me causam urticária e vai daí prefiro nem enveredar por essas discussões. Até porque a minha opinião seria pra' lá de assassina.

Agora, quando tenho uma opinião, tenho uma opinião. Ponto. Se sou permeável a escutar opiniões contrarias e até ajustar a minha? Bom, sim, mas o grau de abertura também vai depender do que está em causa.

No entanto, se há coisa que me irrita são pessoas que proferem uma declaração, por mais banal que seja, e não a conseguem defender durante 10 minutos que sejam. Alguém opina algo em contrario e a pessoa muda logo de ideias. "Pois, se calhar, há sempre outras informações". "Ah, eu também concordo com isso, e no fundo a minha opinião é também nesse sentido".

É mesmo muito irritante. Mais vale estar calado e nunca ter opinião sobre nada,  ainda que seja algo redutor mas enfim, do que dizer A e num passe de magia passar a dizer B. 

Pessoas, assumam o que pensam. E desde que o defendam com honestidade intelectual e de modo respeitoso para com os demais, não se preocupem que os outros pensem de modo diferente e choquem com as vossas ideias. Tenham personalidade. 

Obrigada, sim? 




2 comentários:

Cailin disse...

credo, parece que tou a ver uma série delas que conheço.. "pois, era isso que eu estava a querer dizer!" ...

Mónica disse...

A verticalidade é algo desconhecido grosso modo. As px nao gostam de confrontos e preferem assumir os argumentos de 3ºs do q construir a sua pp fundsmentacso.