Avançar para o conteúdo principal

Das não promessas




Não prometeste nada. Esse é a zona de protecção fácil.

Os teus dedos pousaram no meu pescoço, nunca como uma jura mas sim como uma despedida, em cada caricia, repetida, sempre com intenção. Sempre como negação do que pode vir a seguir. 

Não escapamos mas marcas o compasso com desdém, com ausência sentida, contrariando qualquer afecto como se eu fosse demasiado forte e abrupta no teu mundo de alquimista solitário.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy







via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá

BOW - Hill House
Camaruche, St. Barts, Caribbean Ser um trabalhador como o Sr. Amorim das Rolhas e não ser rico, é mesmo chato ...






via luxury retreats

na verdade, estou lá (4)

Villa AmandaThe Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico







viaLuxuary Retreats