Avançar para o conteúdo principal

se eu ganhasse o euromilhões...

Antes de mais, cumpria as promessas aos meus 2 colegas de trabalho. Isso tá garantido

* Depois desaparecia, 3 meses, para o Le Telfair nas Mauricias e lia, lia, lia... arranjava um personal trainer e praticava programa de get in shape. E lia... apanhava sol e desligava-me de Portugal... de tudo. Mandava mensagens aos amigos mas ia encontrar-me.

* Investia o dinheiro (deixava o financeiro cá da casa dar umas dicas...).

* Viajava, viajava, viajava que nem louca: Australia & Nova Zelandia; EUA (coast to coast, mas forçosamente parando em Boston, Chicago e Washington + 1 mês em NY); Canada; Europa (sobretudo Escandinavia, Alemanha e Reino Unido); levava o moço para o Rio, Santa Catarina e Fernando Noronha! fazia mega spa na Tailandia. And so on.

* Ía estudar outra vez: ou Historia, ou Historia da Arte ou Filosofia.

* Ajudava todos os amigos (adequado a cada um) e familia.

* Vencia o medo e ía aprender equitaçao.

* Nunca mais pensava 2 vezes antes de comprar 1 livro que me fascinasse. Ou perdia um concerto que me agradasse.

* Montava uma mega estrutura de acolhimento condigno para idosos sem apoio familiar e carencias economicas. Algo mesmo de que me orgulhasse e desse carinho, apoio aos que merecem viver o fim da vida com dignidade e mimo.~

* Criava 1 Vanity Fair portuguesa. Uma verdadeira revista de qualidade com artigos de qualidade sobre temas com boa investigação a cimentar.

* Comprava 1 camarote no SLB e cada jogo em casa era uma festa!

* Ia à opera onde me apetecesse.

* Por fim, e aqui sim, mega surpresa, fazia a vontade ao moço e casava no Farol Design, no Outuno, com 1 vestido dos StoryTaylors de qualquer cor menos branco, com festa animada pelos Xutos, e ía de lua de mel para o Hawai.

Pronto, puff, acordei e nao ganhei o €milhoes. Merda
Foi um escargot que ganhou o premio.

Vá, estou vivinha e com saudinha
Que me aguente a trabalhar que com o meu esforço hei-de lá chegar [Nota Autora: ler de forma irónica]

Comentários

ah, não me esqueci do teu blog.
toma lá uma bela notícia:
http://www.record.pt/noticia.aspx?id=60ff4ade-36f9-4a52-be86-9089c3410455&idCanal=00000004-0000-0000-0000-000000000004

saudações benfiquistas.

j
Luisinho disse…
interessante a tua forma de gastar/investir o dinheiro! mas tenho apenas dois comentários:

1 - Boston? O que raio existe de interessante em Boston? (desculpa a minha ignorância)

2 - Story Taylors - falas cobras e lagartos do AJJ e vais buscar um vestido de noiva a um dos subsidiados do senhor (um deles era meu vizinho no Funchal...assim tipo a 10 metros de casa)

Bjs
Mónica disse…
Olá Joao
tão simpatico vires visitar-me!!! Se eu comprasse o camarote ias lá para as festas... depois de ontem, 1 grande benfiquista esta sempre convidado.

Vou cuscar os teus blogs!!!

Mensagens populares deste blogue

gaja à beira da loucura

Isto pode paracer a demência absoluta mas já estou por tudo. A Alexandra Solnado (isso mesmo, este post vai por esse caminho...) dizia numa entrevista, há umas semanas, ao promover o seu mais recente "livro" que a maioria das pessoas que lhe aparecem para consultas, são pessoas doentes - jura?!
Agora, a sério, as pessoas padecem de doenças fisicas e, no seu desespero, que nem é discutivel porque cada um saberá o que se sente quando se chega a esse patamar, procuram ajuda ou conforto no projecto da Alexandra Solnado (é assim que se chama). Posto isto, explicava a Alexandra Solnado que as doenças são, não obstante, reflexos de outros problemas mais antigos ou e a outros níveis. Não me recordo dos exemplos que ela dava mas era algo como pessoas que tinham tido muitos desgostos e uma vida marcada pela tristeza, desenvolviam uma doença grave em especifico, localizada numa área do corpo em particular. 
Ora, e dando o beneficio da duvida a esta teoria (pois que temos a perder?), gosta…

Inesperadamente, a semana passada

Uns dias bons.
O  25 de Abril. Comer caracóis, os primeiros deste ano. Passear e trabalhar no Porto, deambular nos Clérigos. Diariamente, sessões de The Newsroom e Melhor do Que Falecer. O Pedro Mexia e os ferrinhos na emissão especial do Governo Sombra (e a banda sonora e a Manuela Azevedo e as citações certeiras de Salazar bem seleccionadas por Ricardo Araujo Pereira). O Benfica, tão grande! Opá, o Benfica ❤️

Organismos Unicelulares ...

"alimentam-se" de pequenos prazeres (no pouco tempo) quando não estão a trabalhar (como é o caso!).





Filme para incomodar, para gerar desconforto, que nos deixa sem conseguir estar sentados. Um filme que não é para quem não se gosta de ver ao "espelho".  A ultima cena, explica tudo. 


Por fim, TV Cine Séries. YES!



National Geographic, às 2ª F

A rever. O Original. Só este interessa. 



De volta. Gente estranha. Dia 25!