Avançar para o conteúdo principal

começar o fim de semana a RIR

1º, é sexta feira logo o mood anda mais para o espirituoso

  • Acabei de ver o Marco Caneira na sua apresentaçao como candidato a presidente da junta de freguesia de almargem do bispo... nada contra, a sério. Até simpatizo com o gajo. Juro. Mas alguem que lhe explique que nao pode falar em contexto politico com as mesmas palavras saidas de um flash interview após jogo... "Estamos a dar o nosso melhor", "equipa vencedora"? HELLO... 'migo, nao estás todo suado depois de andares atrás do esférico, a falar com um idiota qualquer que faz sempre as mesmas más perguntas.... Um esforcinho, vale? Não é a SportTV é uma Junta de Freguesia. Percebeste, Marco? Ou o mister faz um desenho?

  • Ainda em futebol, os Dinamarqueses estão bem mais à frente mas sao muito politicamente correctos. O "capitão" da Dinamarca, Jon Dahl Tomasson, provocou hoje Portugal, ao acusar, em tom de brincadeira, a equipa das "quinas" de "comprar" à pressa o Liedson no Brasil para suprir a necessidade de um ponta-de-lança. Teve piada e é verdade, porque raio há-de vir a federaçao dinamarquesa pedir desculpa? Nao se pode dizer a verdade?

  • Mantendo-me no futebol, hoje estou mesmo pra aí virada, o Pedro Ribeiro disse hoje que uma das potenciais razoes do amuo do Rochemback foi o aumento do preço da picanha... muito bom. Nao tão bom como as piadas ao Angulo na Benfica TV mas felizmente o Pedro Ribeiro nao é o inanarrável Quimbé, logo também não vai pelo caminho ordinarote (mas com piada, admito apesar de achar que o Quimbé devia ir ali ao burkina faso e não voltar)

  • as autoridades reguladoras, a associaçao de jornalistas, os criticos, os especialistas, os outros jornalistas, de outros canais, onde estava esta cambada toda quando a linha informativa da TVI era continuadamente sensacionalista, pouco informativa e especulativa, culminando com o Jornal de Sexta que deveria violar umas quantas regras deontologicas da profissao de jornalista? Tipo reportar, informar, expor factos vs. criticar, julgar, denegrir? senhores, nao ha jornalismo de investigaçao em Portugal, muito menos na TVI (até a imprensa local é melhor). A MMG devia ter um programa dela tipo cronicas para desabafar e dizer o que lhe apetecesse. Como pivot de um jornal nacional tem a OBRIGAÇAO de ser profissional. Não o era. Emitia opinioes, acusava tudo e todos, e sempre com discurso de que era o "beacon" da verdade.

Como a MMG era o meu idolo de meninice (foi por causa dela que 1 dia queria ser jornalista), decepciona-me muito. Mas é de rir as reacções e o escandalo. Aquilo era uma merda. Livra, é dificil de perceber? E mesmo a riqueza de informaçóes que podem durante anos ter descoberto perde credibilidade quando depois elas são expostas assim.

  • and now for someting completely different... a mulher do Cabeleira, capa da FHM deste mês... ja é tema da semana passada mas ainda me dá vontade de rir. Durante muitos concertos dos Xutos achei que o Cabeleira se passara para o lado do Senhor e ninguem o avisara; ou estava num estado de morto-vivo. Ele nao se deve ter apercebido da existencia de telemoveis, da Internet, da TV Cabo, de que o santana lopes foi 1º ministro por uns dias... De repente, acordou, passou a mexer-se em palco e, bum, casou com uma louraça com 2 piercings (1 deles num sitio "fonte de vida e prazer"), de sua profissão dançarina de espaços nocturnos e concentrações motards e também do varão, que humildemente assume que limpa a casa toda nua só com saltos altos (trabalhadeira a moça para os seus 24 anos, não???). Conclusão: o Cabeleira passou do Rock para as Drugs e, por fim, encontrou a luz e entregou-se ao Sex. Como pode não se venerar uma banda assim?

Comentários

Tigrão disse…
Gostei!
Espirituoso, avassalador, contundente.
Tigrão disse…
A equipa tá a dar a volta por cima. Tivémos uma primeira parte menos conseguida, mas mormente derivado dos passes de ruptura penso que está a ser dada uma resposta cabal a todos quantos criticavam o nosso trabalho.
Mónica disse…
é tudo uma questão técnico táctica... Em linguagem Machadez "Diziamos eu"...

Mensagens populares deste blogue

A importância de se chamar Candidato

Numa altura em que as empresas recorrem cada vez mais às redes sociais para procurar candidatos a postos de trabalho (89%) e que 65% por cento é bem-sucedida, conseguindo contratações satisfatórias (Fonte: PR Comunicácion) convinha que as empresas de recrutamento e de executive search pensassem um bocadinho mais sobre o seu modus operandi.


Falo por experiência, por conhecimento e por não ter conseguido efectivar mudanças. 

O headhunter da velha guarda, armado em doutrina maquiavélica, que nunca leu, perspectiva o candidato como um meio para atingir um fim: facturar.  O candidato só serve enquanto servir os interesses do projecto. A satisfação do cliente é posta à frente de tudo e todos. Esta sobranceira linha de raciocínio,  a frio, tem alguma razão de ser. Quem paga as contas são os clientes. Como metodologia, é um erro crasso.
Num mercado concorrencial, um factor claramente diferenciador é a relação que se estabelece entre um consultor e os seus candidatos, pelo menos com aqueles que a…

Da alegria

Gosto desses olhos que se iluminam e que pausam em mim como se nada mais existisse naquele longo momento. Esse olhar decidido, seguro, revelador de um modo de estar ciente do que se quer e descomplicado.
Fazes-me rir. Como se o mundo fosse fácil. Como se salvar-me das trevas não fosse uma missão mas sim manter-me saciada, livre, às gargalhadas, serena e em silencio, a ler com as pernas esticadas sobre ti.

Gosto das madrugadas de surf, mesmo ao frio. Dos beijos salgados e daquele teu cheiro misturado com água gelada. O cheiro que ainda hoje me faz ficar apreensiva, receosa, quando acordo a meio da noite e te ouço a respirar devagarinho e aquele cheiro está encostado a mim. E como aquele cheiro me apareceu e inundou de alegria.

I shine

Kiss me before you break my heart. There is still room to be damaged for every breath I take on myself and for myself. I regain confidence on me on every touch of you, even those that will be lost. 
The shivers running down on my spine awaken me and allow me to make you feel stronger, bolder, in love with life. 
I expand my senses while you will torn my world apart. We are under the same sky but I am meant to be a trail of light rather than a guiding star. 
I will burn your soul and you will break my heart. Yet I shine. So, kiss me and let's pretend.