sábado, 22 de dezembro de 2012

hoje, ou noutra altura qualquer



Tenho horror à confusão, ao barulho em excesso, aos empurrões, às pessoas que param por tudo e por nada no meio do passeio, ao calor, às luzes, bom ao excesso de estímulos.

Nestes últimos dias antes do Natal, em que todos se lembram que afinal sempre vão comprar presentes, prefiro ou zonas não catastróficas ou o sossego do sofá. 

No resto do ano, a bem da verdade, odeio multidões à mesma. Ninguém me apanha num shopping depois de 5ª feira. 

1 comentário:

Noa disse...

Detesto multidões!