quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A crise chegou à praia

Hoje fui à praia (ou melhor, a uma esplanada na praia).

E apercebi-me que a crise é de facto transversal a todos os sectores.

É de tal maneira a crise que adolescentes, jovens adultas e mulheres já acima dos 30, este ano tiveram que ir comprar bikinis à secção de criança (dos 0-12 anos), que como se sabe é sempre mais em conta.

Ou isso, ou o resto do pano foi comido pelas nádegas num processo estranho de autofagia. Mas as nádegas ficaram à mostra para provar que apesar da crise, ainda sobrevivem.

É por estas coisas que há pessoas que chegam ao fim de Agosto com um tom de bronzeado aproximado ao de um urso polar.

3 comentários:

Anónimo disse...

Para alguem que gosta tanto do Rio de Janeiro não percebo. Praia é espaço de relax, de libertação. Queremos uma cor uniforme na maior parte do corpo. Dai diminuir-se o tamanho dos biquinis. Alexandra

Mónica disse...

A) Não estou no rio pois não?
B) E no rio ninguem liga ao tamanho do bikini dos demais. só aqui é que se olha de esguelha quem não cabe no tamnaho XXXS

Por mim ate podem andar nuas. É so inveja mesmo

Cuca disse...

LINDO!!!