sábado, 30 de julho de 2011

Leiam!!!

Há muito tempo que não me identificava tanto com um livro. ADOREI!

Enquanto lia (consumia), revia-me, completamente, na personagem. Além de me fazer conseguir rir de coisas que podem ser muito complicadas de lidar na vida de uma pessoa, senti-me menos sozinha. Afinal há mais pessoas que passam pelo mesmo.

Li o original mas recomendo a versão traduzida.

________________________________________________________


A Pergaminho, através de Kasey Edwards, procura responder a uma pergunta que mais cedo ou mais tarde todo mundo coloca: «Fartos de Tudo aos 30 & Tal – O que acontece quando se acorda sem vontade de trabalhar… NUNCA MAIS! ». «Esta memória hilariante fez-nos rir do princípio ao fim – e fez-nos perceber que não somos as únicas a sentir-nos um pouco assoberbadas pela vida», escreve o Heat Magazine.


«Fartos de Tudo aos 30 & Tal – O que acontece quando se acorda sem vontade de trabalhar… NUNCA MAIS! », de Kasey Edwards 


«Sabia que:


• 98% das pessoas admite estar infeliz no emprego?
• 26% das mulheres que ocupam posições de direcção não ambicionam ser promovidas?
• 1 em cada 15 pessoas abaixo dos 35 anos já abandonou um trabalho pago para se dedicar a actividades de «desenvolvimento pessoal» -- e metade das pessoas abaixo dos 35 anos tenciona fazê-lo em breve?


O que se passa com a nova geração de trabalhadores? 


Todos nós já tivemos aquela sensação de acordar sem vontade de ir para o trabalho; afinal, há tanta coisa interessante que se pode fazer das 9h00 às 5h00 (ou, como é o caso da maior parte dos horários de trabalho hoje em dia, das 8h00 às 22h00). Mas o que acontece quando não se tem vontade de ir para o trabalho? Ao longo dos últimos anos verifica-se uma verdadeira epidemia de descontentamento. As condições de trabalho são cada vez mais precárias, os ambientes cada vez mais competitivos e as pessoas estão cada vez menos dispostas a tolerá-los pelo vago objectivo de «ganhar a vida». Ser-se empreendedor e ter um projecto próprio parece estar cada vez mais ao nosso alcance – e deixar tudo para começar uma vida nova já não é uma utopia.


Kasey Edwards explica o que se deve ou não fazer, quando a procura pelo sentido da vida se sobrepõe à «caça» da próxima promoção» 

in http://diariodigital.sapo.pt

3 comentários:

Filipa disse...

Fiquei curiosa relativamente a este livro!!

http://styleloveandsushi.blogspot.com

Mónica disse...

Filipa, é muito giro e põe o dedo em mts feridas. sobretudo como somos tratados pelas empresas

Patricia disse...

Adorei a sugestão. Vou procurar e ler. Adoro ler! Obrigada pela dica :)