Avançar para o conteúdo principal

VCP*

Acabei de tomar a decisão de, por uns tempos, pelo menos, não voltar a hipermercados

Ou é a PdI ou são mesmo as grandes superfícies que me levam a soltar o meu lado Charles Manson. Eu apostaria mais na 2ª hipótese. A PdI só nos tira paciência para aguentar e dá-nos o discernimento de ver as coisas por um prisma mais normal.

São luzes fortes que quase cegam uma pessoa; as prateleiras cheias de produtos, com tanta marca e sem se perceber onde começa uma categoria e acaba outra; os barulhos das máquinas, os anúncios das promoções, os clientes em ataques de "disparatis profundis" num crescente de ruído insuportável;  manadas de pessoas; um calor terrível; a violência visual com excessos de cartazes pavorosos.

Mesmo o Bonjour não tendo uma grande oferta (aliás, é muito básica) e o Sá, apesar de mais diversidade, ainda ficar aquem (e sendo mais carote), acabaram-se estas torturas. Dei por mim a cantar para acalmar o stress e ansiedade de andar no Jumbo, em sofrimento.

Viva o comércio de proximidade.




*VCP = vou cortar os pulsos, termo "roubado" à aeromoça marta

Comentários

Anónimo disse…
Aposto, mas aposto mesmo que essa aventura tenha sido à tarde :) Comércio de proximidade, por aqui, não dá. Até porque, o mais próximo é um hipermercado. Além disso, por motivos logísticos, as compras acabam por ter carácter semanal. Sugestão: Sábado ou Domingo de manhã, aí por volta das 9:30. Calmo, sem stress, fresquinho (por vezes demais) e com todo o tempo e paciência para escolher o produto mais competitivo

Mensagens populares deste blogue

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy







via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá

BOW - Hill House
Camaruche, St. Barts, Caribbean Ser um trabalhador como o Sr. Amorim das Rolhas e não ser rico, é mesmo chato ...






via luxury retreats

na verdade, estou lá (4)

Villa AmandaThe Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico







viaLuxuary Retreats