Avançar para o conteúdo principal

As farófias do Africano

Hoje, na TSF, Ken de Massamá explicava em directo como fazia as farófias sem receita, tudo a olho, graças ao ancião cozinheiro que tivera em África e que com paciência lhe ensinara a arte da doçaria. 

Amoroso, não? 

Fiquei bloqueada sem saber como reagir perante este "piqueno" acontecimento marcante na minha existência. Como não sou pessoa de ficar sem formar opinião, andei o resto do dia a pensar no raio das farófias do PPC.

Por um lado, humaniza o candidato. A Ken, de voz ligeiramente rouca, bem colocada e afável, imaginava-o a sorrir com o seu ar calmo e quiçá sedutor e a desfrutar do momento em que  era senhor do "palco" e contava uma parte da sua vida pessoal, tornando-o mais real ao eleitorado. 

Não será despiciente que esta semana, esse colosso da investigação jornalistica, a TV 7 Dias, venha a terreiro com 3 episódios da vida de "drama" de Ken que o aproximam ao cidadão comum: a doença do irmão, a doença de uma das filhas, o crédito à habitação da ex-mulher que está, ainda,  a seu cargo. 

Ao ouvi-lo até parece uma pessoa agradável, simpática e aligeirou a carga de tensão que a campanha gera neles - candidatos - e a nós, que os temos que ouvir.

Ok, então aqui temos o politico versão Obama, vulgo, à americana, de portas abertas à sua intimidade. 

Não obstante, e por muito que debater farófias às 9H00 da manhã seja consideravelmente mais simpático do que discutir sobre a troika, FMI e afins, não deixo de pensar se, perante a evidência de que nesta campanha nada de IMPORTANTE foi abordado directa e profundamente, não será ligeireza a mais. Quer dizer, de soluções concretas pouco ou nada se escuta, mas de farófias a receita está na ponta da língua.

A chatice é que esta coisa ficou a remoer-me. E garanto que se aquela emissão radiofónica tivesse uma audiência massificada, as sondagens iam todas para o lixo e o Ken de Massamá, mais as suas farófias made in Africa, ganhava com larga margem.



PS. Ao final do dia li as respostas de PPC às 25 questões que a Visão lhe colocou. Que coisinha mais sensaborona. Discurso milimetricamente pensado, sem espaço para erro, politicamente correcto e cheio de clichés. Ken de Massamá - O Aprumadinho! Que coisa mais sem sal, sem graça! Deve dobrar o pijama de manhã, antes de sair de casa. Arre!




Comentários

Mensagens populares deste blogue

na verdade, estou lá (6)

Calandra Porto Rotondo, Sardinia, Italy







via Luxuary Retreats

na verdade, estou lá

BOW - Hill House
Camaruche, St. Barts, Caribbean Ser um trabalhador como o Sr. Amorim das Rolhas e não ser rico, é mesmo chato ...






via luxury retreats

na verdade, estou lá (4)

Villa AmandaThe Corridor - Blue Sea, Cabo San Lucas, Mexico







viaLuxuary Retreats